Acesso Rápido

    Equilíbrio econômico: saiba como calcular e analisar esse ponto

    Equilíbrio econômico: saiba como calcular e analisar esse ponto

    Encontrar o equilíbrio econômico é um dos principais desafios de todas as empresas, sejam elas de pequeno, médio ou grande porte.

    Por se tratar de um importante indicador, o ponto de equilíbrio econômico é responsável por indicar quantas unidades de um determinado produto uma empresa precisa vender para obter lucro líquido.

    O que é o Equilíbrio econômico?

    O Equilíbrio econômico é um ponto encontrado na empresa, onde é possível cobrir não só as despesas fixas, mas também um custo de oportunidade. Neste modelo, será considerado os gastos fixos que uma empresa possui mais o custo de oportunidade, para então realizar a divisão pela margem de contribuição unitária.

    Dessa forma, no ponto de equilíbrio econômico, a empresa consegue pagar todas as despesas fixas e também o custo de oportunidade do capital.

    Guia de Economia para Investidores

    Confira os principais conceitos econômicos e aprenda como a economia pode influenciar seus investimentos com o nosso ebook gratuito de Economia para Investidores!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Ou seja, neste modelo o empresário saberá quantas unidades ele precisa vender para pagar todos os custos da empresa e ter o lucro almejado. Existem basicamente três modelos de ponto de equilíbrio usado pelas empresas: o equilíbrio financeiro, o equilíbrio contábil e o econômico.

    Quer aprender a analisar uma ação? Então baixe agora mesmo o nosso E-book como analisar uma ação.

    Entendendo a diferença entre os pontos de equilíbrio

    O Ponto de equilíbrio contábil é o modelo que vai considerar somente os gastos fixos e a margem de contribuição unitária do produto. Dessa forma, para encontrar este ponto de equilíbrio pode-se usar a seguinte expressão:

    • Ponto de Equilíbrio Contábil = Gastos Fixos / Margem de Contribuição Unitária

    Neste caso, a empresa saberá quantas unidades terá que vender para pagar todas as suas contas. Mas, essa quantidade de vendas não será suficiente para gerar lucro por exemplo.

    Já o ponto de equilíbrio financeiro exclui da fórmula as despesas não desembolsáveis que são valores que diminuem o lucro no DRE mas que não saem do fluxo de caixa. Como exemplo podemos citar a amortização e exaustão de ativos.

    Este é um modelo baseado basicamente em caixa, e portanto não considera as despesas como depreciação e amortização por conta disso.

    • Ponto de Equilíbrio Financeiro = (Gastos Fixos – Gastos não desembolsáveis) / Margem de Contribuição Unitária.

    Por fim, o cálculo do ponto de equilíbrio econômico é aquele que acrescenta o custo de oportunidade à fórmula, ou seja, o lucro que a empresa pretende obter. Portanto, a fórmula pode ser expressada da seguinte maneira:

    • (Gastos Fixos + Custo de Oportunidade) / Margem de Contribuição Unitária.

    Equilíbrio econômico e financeiro

    Normalmente a maioria das empresas calcula os três pontos de equilíbrio, visto que eles não se excluem, mas sim se complementam. Algumas organizações também acabam juntando a fórmula do ponto de equilíbrio financeiro com o econômico.

    Apesar do ponto de equilíbrio econômico já ser o mais completo, ele é visto somente pela ótica contábil e não financeira por não excluir da fórmula as despesas não desembolsáveis. Por isso, algumas empresas também encontram o equilíbrio econômico financeiro.

    Ou seja, excluem a depreciação, amortização e exaustão do ponto de equilíbrio e ainda acrescentam o custo de oportunidade na fórmula. Desse modo, o equilíbrio econômico financeiro pode ser dado pela seguinte expressão:

    • Equilíbrio Econômico Financeiro = (Despesas Fixas – Despesas não desembolsáveis + Custo de Oportunidade) / Margem de contribuição Unitária.

    Exemplificando o ponto de equilíbrio

    Para facilitar o entendimento, é possível considerar uma empresa que venda camisetas masculinas. O preço de venda do produto é de R$ 20 e seu custo unitário é de R$ 10. Além disso, as despesas fixas do negócio são de R$ 5 mil, e a depreciação das instalações é de R$ 500. O lucro desejado do negócio é de R$ 2 mil.

    Portanto, para encontrar os quatro pontos de equilíbrio do negócio, basta colocar os valores nas respectivas fórmulas:

    • Ponto de Equilíbrio Contábil = R$ 5 mil / R$ 10 = 500 unidades
    • Equilíbrio Financeiro = ( R$ 5 mil – R$ 500) / R$ 10 = 450 unidades
    • Ponto de Equilíbrio Econômico = (R$ 5 mil + R$ 2 mil) / R$ 10 = 700 unidades
    • Equilíbrio Financeiro Econômico = (R$ mil – R$ 500 + R$ 2 mil) / R$ 10 = 650 unidades

    Dessa forma, a empresa consegue saber se está conseguindo vender o suficiente para atingir todos os seus pontos de equilíbrio e então saber como anda a sua saúde financeira e traçar as suas estratégias de vendas.

    Foi possível compreender o que é equilíbrio econômico? Deixe suas dúvidas nos comentários.

     

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *