Acesso Rápido

    Endomarketing: a estratégia de marketing para aumentar a produtividade

    Endomarketing: a estratégia de marketing para aumentar a produtividade

    O sucesso de uma empresa depende de várias ações estratégicas, incluindo o uso de ferramentas de marketing. Dentro dele, investimentos em endomarketing estão crescendo nas empresas.

    O endomarketing também é chamado de marketing interno, e tem se mostrado muito eficaz para aumentar a produtividade de empresas, diminuindo custos.

    O endomarketing é uma estratégia de marketing institucional interno que visa melhorar a imagem da empresa para os seus funcionários. O objetivo é melhorar a produtividade dos empregados e diminuir o turn over.

    Turn over é o um índice que mede a rotatividade dos funcionários em uma empresa. Quanto maior o turn over, significa que os funcionários permanecem por menos tempo na empresa.

    Logo, todo o conhecimento que o profissional adquiriu trabalhando na empresa e sobre ela será perdido. Ao ter sempre novos funcionários, a empresa sempre terá profissionais em fase de adaptação, e, portanto, menos produtivos.

    Mas não basta manter o funcionário, é preciso que ele esteja sempre motivado. O endomarketing também atua nesse sentido, buscando o bem-estar dos funcionários.

    As ações de endomarketing são realizadas pela área de Recursos Humanos dentro da empresa. Essa área é responsável por entender a demanda dos funcionários da companhia e tentar atendê-las.

    Dessa forma, os funcionários se sentirão felizes com a empresa em que trabalhavam e serão mais produtivos no ambiente de trabalho. Seguirão lideranças e as estas serão mais engajadas com a empresa.

    Ações de endomarketing

    Endomarketing

    O endomarketing pode atuar em questões pessoais dos funcionários, oferecendo benefícios. São exemplos programas de previdência complementar, ticket alimentação, descontos em atividades físicas, creches e etc..

    Os benefícios também podem ajudar ao funcionário e a empresa. Um dos melhores exemplos disso é o incentivo para a realização de cursos de idiomas, específicos da área ou MBAs. A empresa pode pagar parte ou mesmo todo o curso, incentivando os profissionais a se especializar. Dessa forma, a companhia obtém profissionais mais qualificados.

    Outro exemplo é dar bonificação para resultados ao funcionário com melhor desempenho, o estimulando a se superar.

    Outra forma de atuação é exigir um ambiente de trabalho saudável. Iniciativas desse tipo vão desde não tolerar comportamentos inadequados de funcionários em ambiente de trabalho a não permitir a realização de horas extras.

    A estratégia de endomarketing também pode se unir a outras estratégias de marketing da empresa, envolvendo os funcionários na cultura da companhia e os fazendo parte disso. Como, por exemplo, engajando e incentivando os funcionários em campanhas sociais da empresa.

    Muitas empresas vêem a despesa de marketing como um gasto, mas outras vêem como um investimento. Na verdade isso pode depender de quanto a empresa gasta com essa estratégia e quanto está recebendo em retorno. Uma estratégia de endomarketing deve visar um saldo positivo com uma boa gestão.

    Como visto acima, há iniciativas que são pouco custosas para a empresa e outras mais caras. Além disso, os resultados do investimento em endomarketing são de médio a longo prazo. Sendo necessário um tempo após a implementação da estratégia para ver os seus efeitos.

    No entanto, já está comprovado pela iniciativa de várias empresas pelo mundo que a estratégia de endomarketing pode ser um grande investimento das empresas em aumento de produtividade. Logo, um investimento em lucratividade.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *