Acesso Rápido

    EMBI: conheça o índice de risco país da J.P. Morgan

    EMBI: conheça o índice de risco país da J.P. Morgan

    Conhecer o risco associado ao investimento no mercado de capitais de determinado país é muito importante. No caso dos países emergentes, o EMBI é um dos indicadores de risco mais expressivos para o mercado financeiro internacional.

    O EMBI, também conhecido muitas vezes como risco país, é calculado periodicamente por uma das principais empresas do mundo dos investimentos, a J.P. Morgan.

    O que é o EMBI?

    EMBI é a sigla para Emergin Markets Bond Index, que pode ser traduzido livremente como índice de títulos de mercados emergentes.

    Ou seja, o índice da JP Morgan é um índice benchmark para medir a performance dos títulos emitidos por mercados emergentes de países que atendem a critérios específicos relacionados à estrutura e liquidez.

    E-book: Invista como Warren Buffett

    Baixe gratuitamente o nosso ebook e aprenda os conceitos por trás da estratégia de Warren Buffett, o maior investidor de todos os tempos!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    O EMBI englobava 11 países, que no ano de criação do índice (1992), eram os países emergentes com potencial crescimento econômico.

    Contudo, após alguns anos, em 1994, O EMBI foi atualizado, englobando mais 8 países para o grupo de nações emergentes.

    Países que compõem o EMBI

    Entre os principais países e economias que compõem o EMBI, estão:

    • Brasil;
    • Argentina;
    • Bulgária;
    • México;
    • Rússia;
    • Polônia;
    • África do Sul;
    • Turquia;

    A JP morgan possui 3 principais títulos para avaliar as economias emergentes:

    • Emerging Markets Bond Index Plus (EMBI+);
    • Emerging Markets Bond Index Global;
    • Emerging Markets Bond Global Diversified Index.

    Contudo, para analisar o risco país nacional, o índice utilizado é o EMBI+.

    Como o EMBI é utilizado?

    O EMBI+ seleciona um amontoado de centenas de títulos de crédito emitidos em economias emergentes.

    Como as economias emergentes possuem maiores riscos de crédito do que nações desenvolvidas, por questões políticas ou chances de inadimplência, por exemplo, é esperado que os retornos oferecidos por esses títulos sejam maiores.

    E é justamente isso que o EMBI+ mede: o spread entre os retornos dos títulos de mercados emergentes e títulos livres de risco, como o título emitido pelo tesouro americano.

    Intuitivamente, quanto maior for esse spread, é entendido que o risco associado ao país em questão é maior também.

    É por isso que índice é conhecido frequentemente, principalmente no âmbito nacional, como índice do risco país.

    O Risco Brasil

    O Risco Brasil, intuitivamente, é o índice risco país que calculado para o caso do Brasil.

    Para extrair o resultado do deste índice, é utilizada uma metodologia parecida ao EMBI+, só que ao invés de englobar títulos emitidos por todas as economias emergentes, só são levados em considerações títulos emitidos no Brasil.

    O EMBI+ Br é o índice que avalia a performance de títulos de crédito emitidos apenas nacionalmente.

    A unidade de medida utilizada para avaliar o risco país são os pontos base. Funciona da seguinte forma: dez pontos base são equivalentes a 0,1%.

    Esses pontos mostram exatamente o spread entre o retorno de títulos nacionais e títulos americanos (livre de riscos) equivalentes.

    Portanto, se o Risco de Brasil é de 400, significa que o prêmio de risco oferecido pelos títulos do brasil é de 4%.

    É possível investir no EMBI?

    Como o EMBI é um índice, e não um ativo financeiro, não é possível aplicar seus recursos diretamente neste indicador.

    No entanto, como vários outros índices do mercado, existem ETFs que são ligados a performance do EMBI+.

    É o caso do Ishares JPmorgan USD Emerging Markets Bond ETF. Por conta do alto potencial de crescimento de algumas nações emergentes, alto grau de diversificação do ativo e da dolarização, é possível que esse ETF seja interessante dentro da estratégia de aplicação de alguns investidores.

    A taxa de administração cobrada por este fundo de índice é de 0,4%, superior à de outros famosos ETFs americanos, como o SPY e o IVV.

    Esse artigo te ajudou a entender melhor o que é o EMBI? Deixe dúvidas e comentários no espaço abaixo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *