Acesso Rápido

    ECOO11: entenda o que é e como funciona o ETF “verde” da B3

    ECOO11: entenda o que é e como funciona o ETF “verde” da B3

    O investimento no mercado de ações costuma demandar acerca do papel a ser comprado. Nesse contexto, um ETF como o ECOO11 pode ser uma boa opção. Além disso, é possível comprar esse tipo de fundo direto do home broker.

    O ECOO11 é um ETF com características que se diferenciam de outros ativos dessa família de investimentos. Dessa forma, é importante compreender como ele funciona antes de comprar um fundo como esse.

    O que é o ECOO11?

    O ECOO11 é um ETF negociado na bolsa de valores cujo objetivo é refletir o desempenho do Índice Carbono Eficiente (ICO2). Esse índice é composto por parte das ações que compõe o IBrX-50, um índice mais abrangentes da Bovespa. O IBrX-50 é composto pelas 50 ações selecionadas entre as mais negociadas na bolsa de valores.

    O ICO2 possui uma característica específica em relação a outros índices. Dado que esse índice reúne apenas as companhias que adotam boas práticas em relação à emissão de gases causadores do efeito estufa. Por esse motivo, esse ETF é conhecido como ETF “verde”.

    Dessa forma, o ECOO11 visa ter sua exposição em ações brasileiras, ao mesmo passo que busca incentivar uma maior eficiência na emissão de carbono.

    Minicurso: Valuation e Precificação de Ativos

    Inscreva-se no nosso minicurso gratuito de Valuation e aprenda os principais conceitos sobre como avaliar ativos e empresas do jeito certo!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Como funciona o ECOO11?

    O ECOO11 funciona como um fundo de investimentos, assim como os demais ETF’s. Esse tipo de ativo é conhecido também como Fundo de Índice. Como se assemelha a fundo, os ETF’s cobram uma taxa de administração.

    No caso do ECO11, quem realiza a gestão de investimentos é a Blackrock e esse ETF está incluído entre as ishares. IShares é a família de ETF’s da Blackrock. Essa gestora é uma das maiores do mundo em relação a esse tipo de ativo. Todavia, os ETF’s listados na Bovespa ainda são poucos comparados ao número disponível de fundos de ações.

    A principal diferença dos fundos ETF’s para os fundos de investimentos convencionais, é que o ETF é negociado em bolsa como se fosse uma ação. Além disso, a gestão de um ETF é passiva e não ativa, como nos demais fundos de ações.

    Quando a gestão de um fundo é passiva, isso quer dizer que a alocação desse fundo em ações não é livre. Dessa forma, o ECOO11 é obrigado a alocar 95% do seu patrimônio em ações que estejam presentes no índice de referência. Portanto, o gestor do fundo não realiza uma análise ativa no momento de realizar a alocação do capital do fundo.

    Quer melhorar a sua compreensão sobre investimentos em bolsa? Baixe o e-book gratuito da Suno Comece a Investir na Bolsa.

    Vantagens de investir no ECOO11

    As principais vantagens de investir em ECOO11 são as seguintes:

    • Diversificação de investimento;
    • Terceirização dos investimentos;
    • Baixo custo;
    • Investimentos em empresas com selo de preocupação ambiental.

    O investimento em ECOO11, assim como em outros ETF’s, possibilita investir em ações de maneira diversificada.

    Além disso, esse tipo de investimento é interessante para aqueles que querem se expor ao mercado de renda variável mas não tem tempo ou conhecimento para realizar as análise necessárias. Dessa forma, o ETF acaba sendo uma alternativa mais segura no mercado de ações, a partir da terceirização dos investimentos.

    Apesar de cobrar uma taxa de administração, os ETF’s em geral cobram taxas menores que fundos de investimentos convencionais. No caso do ECOO11, a taxa administração é de 0,38%, enquanto em fundos de ações convencionais essa taxa costuma girar em torno de 2%, além da taxa de performance.

    Ademais, o ECOO11 se caracteriza em investir em empresas com uma preocupação mínima com o meio ambiente. Esse ponto pode ser positivo visto uma onda global de maior preocupação com esse tema. .

    Desvantagens de investir no ECOO11

    Assim como outros ETF’s, o ECOO11 possui desvantagens atreladas a esse tipo de ativo. Algumas delas são:

    • Carência de análise fundamentalista;
    • Taxa de administração;

    Dado que a alocação dos ativos do ECOO11 são restritas a ações que formam a composição do índice, a análise fundamentalista fica debilitada. Apesar dos aspectos positivos em relação na emissão de carbonos, esses critérios não solidificam uma boa análise.

    Outro fator a ser levado em conta é a taxa de administração. Apesar da taxa cobrada ser inferior a outros fundos de investimentos, ainda é um custo a mais para o investidor que impacta a sua rentabilidade. Em relação a custo, a melhor opção é comprar as ações diretamente na bolsa.

    Minicurso: Aprenda a Investir em Dividendos

    Inscreva-se no nosso minicurso online gratuito sobre investimento em dividendos mais acessado do Brasil e junte-se a mais de 10.000 Alunos!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    ECOO11 é um bom investimento?

    O ECO11 é um investimento que possibilita terceirizar e diversificar os investimento a baixo custo. Contudo, é importante ter atenção para os principais ponto que permeiam a composição desse fundo antes de realizar uma aplicação.

    Por exemplo, há outros ETF’s que usam o IBrX-50 como parâmetro. No caso do ECOO11, os critérios levados em conta no momento de selecionar ativos nesse índice é a emissão de carbono. Dessa forma, é necessário ter atenção para aquisição desse ou outro ETF.

    Esse artigo ajudou você a conhecer melhor o ECOO11? Deixe suas dúvidas e comentários abaixo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    4 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Marcelo Henrique 18 de janeiro de 2020

      Muito boa explicação Tiago, parabéns pelo artigo.

      Responder
    • Bruna 18 de junho de 2020

      Gostaria de encontrar a lista dessas 50 empresas. Alguém sabe onde encontrar essa info?

      Responder
      • Samantha 3 de julho de 2020

        Também estou atrás dessa resposta

        Responder
      • Gabriel Brito Canizella 17 de julho de 2020

        Basta acessar a central de Sistemas da CVM¹; Localizar o fundo e acessar sua composição de carteira.

        ¹http://sistemas.cvm.gov.br/

        Responder