Acesso Rápido

    Economia de escopo: entenda o que é esse arranjo produtivo

    Economia de escopo: entenda o que é esse arranjo produtivo

    O custo total médio da produção, fator essencial para gerenciar qualquer unidade produtiva, é calculado pela relação entre os gastos com insumos e a quantidade a ser produzida. Logo, para otimizar a sua operação, uma empresa que produz deve optar por um modelo de economia de escopo ou economia de escala.

    Nesse caso, a economia de escopo para que o custo médio da produção seja minimizado. A diferença entre custos e receita total serão incorporados ao lucro desta empresa.

    O que é economia de escopo?

    A economia de escopo ou economia de gama ocorre quando uma empresa produz diversos bens, que teriam um custo mais elevado caso fossem produzidas separadamente.

    Logo, quando uma empresa diversifica e compartilha insumos, os negócios serão otimizados e os custos reduzidos. Porém, quando isso não acontece, ocorrerá o modelo em escala. O custo médio será dado sempre pela produção, por isso, nesse arranjo produtivo, não existirá custo fixo e este não aumentará se a produção aumentar.

    Como acontece a economia de escopo?

    A produção compartilhada conta com insumos comuns e que podem produzir 2 ou mais produtos, ou seja, são complementares para fabricação. A economia de gama existirá em empresas que o valor do produto irá aumentar. Assim os ganhos aconteceram através da sinergia das matérias primas e derivados.

    Portanto, quando o nível de produção aumentar o custo irá diluir, pois com um maior número de produtos, menor o custo médio de produção total.

    Enquanto isso, produções em escalas gerarão custos fixos e estes custos se elevarão com o aumento da produção.

    O conceito da economia de gama implica em explorar os recursos comerciais e tecnológicos, o objetivo é diversificar as operações, mas sem aumentar os custos com a fabricação.

    Qual é diferença para a economia de escala?

    A diferença entre economia de escopo e economia de escala está na produção dos produtos. Enquanto a primeira concentra-se em uma variedade de produtos, a econômica de escala produz somente um produto.

    Vantagens da economia de escopo

    Dentre as vantagens da economia de escopo estão:

    • Eliminar a segmentação;
    • Oferecer produtos que os concorrentes não oferecem;
    • Preço acessível;
    • Não existirá dependência do fornecedor.

    Um exemplo desse tipo de economia está na indústria da moda, a rede fast fashion (moda rápida): são lojas do setor de moda que precisam constantemente de estoque com a tendência de grifes famosas e dos desfiles. Este é modelo baseado na produção rápida e tempo de comercio dos produtos.

    Saiba mais sobre esses e outros modelos de negócios utilizados pelas empresas baixando gratuitamente o nosso ebook sobre Valuation e Precificação de Ativos.

    Desvantagens da economia de escopo

    Dentre as desvantagens da economia de escopo estão:

    • Falta de tecnologia para desenvolver produtos flexíveis;
    • O preço não pode ser caro;
    • Os produtos devem ser renovados constantemente;
    • Quanto mais diversificado os produtos maior a complexidade das operações, originando custos maiores pela má administração.

    Por fim, cada produto da economia de escopo possui caraterísticas que precisam ser trabalhadas, a intenção deste tipo de economia é ganhar com a produtividade e eficiência. Portanto o ganho sempre será menor para produção em conjunto, ao invés do produto isolado. Mas a complexidade das operações em conjunto precisam de análise.

     

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    1 comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Monique 23 de maio de 2020

      Ótimo texto. Muito explicativo.

      Responder