Acesso Rápido

    Ebitda por ação: Aprenda a interpretar este importante indicador

    Ebitda por ação: Aprenda a interpretar este importante indicador

    Voce já ouviu falar no indicador Ebitda por ação?

    O Ebitda por ação é uma métrica muito importante que indica o potencial de uma empresa para gerar caixa.

    No entanto, é necessário alguns cuidados ao se analisar o indicador. Como veremos ao longo do texto, nem sempre o Ebitda da empresa é convertido em caixa.

    Há alguns casos emblemáticos no mercado de capitais Brasileiro de empresas que, embora tenham apresentado alto Ebitda, sofreram bastante por não conseguir converter este potencial de caixa em lucro.

    Em casos extremos, essas situações levaram empresas até a recuperação judicial.

    O Ebitda

    Antes de entendermos o Ebtida por ação precisamos compreender o que é o Ebitda.

    O Ebitda vem da sigla em inglês “Earnings before taxes, interests, depreciation e amortization”.

    Em português, “lucro antes dos impostos, juros, depreciação e amortização”. Também conhecido como Lajida.

    O Ebitda pode ser considerado, portanto, uma proxy da geração de caixa da empresa.

    Dizemos que o Ebitda é o resultado que corresponde ao negócio da empresa, já que os impostos, juros, depreciação e amortização são fatores posteriores à operação da companhia.

    Uma empresa que apresente um Ebitda positivo relevante mostra que suas operações provavelmente estão saudáveis.

    Além disto, indica que os seus produtos ou serviços encontram compradores e que a receita da empresa superam os seus custos e despesas.

    É interessante comparar o Ebitda de empresas aos de suas concorrentes. Já que serão empresa do mesmo setor, este indicador dará uma boa noção de qual empresa consegue extrair mais resultados de suas operações.

    Uma vez entendido o que é o Ebitda, torna-se muito fácil calcular o Ebitda por ação. Para isso, basta dividir o Ebitda da empresa pelo número de ações emitidas pela companhia.

    Cálculo de Ebitda por ação na prática

    Ebitda Vale
    Ebitda Vale – Release da empresa

    Vamos na prática calcular o Ebitda por ação de uma companhia para melhor fixarmos este conceito.

    Vamos fazer isto utilizando o site fundamentus.com.br. Uma ferramenta gratuita para auxiliar investidores fundamentalistas. E também o release de resultados da Vale, onde ela divulga sua informação de Ebitda.

    Como podemos ver na imagem acima, o Ebitda da Vale em 2017 foi de U$ 15.338.000.000,00.

    Precisamos agora do número de ações da empresa, que como indicado no Fundamentus é de 5.284.470.000.

    vale ebitda
    Vale – Fundamentus

    Para calcularmos agora basta aplicar a fórmula do Ebitda / ação. Temos então que: 15.338.000.000 / 5.284.470.000 = 2.91. Portanto, o Ebitda por ação da Vale é de 2,91 dólares.

    Cuidado com a análise apenas deste indicador

    Como vimos o Ebitda é apenas uma aproximação da geração de caixa da empresa.

    Ele é considerado um bom indicador de análise operacional, mas não pode ser analisado isoladamente.

    Digamos que voce possua uma empresa que o Ebitda dela seja de R$ 1.000.000,00. Parece muito bom, certo?

    Mas a verdade é que o Ebitda não importa caso a empresa não consigo converter este recurso em caixa.

    Digamos esta sua empresa tenha que pagar R$ 200.000,00 em impostos, R$300.000,00 de juros, e ainda tenha um custo de R$ 500.000,00 com depreciação e amortizações.

    Portanto, nada sobrou para esta empresa reportar como lucro, pois toda a geração potencial de caixa foi consumida.

    Isto foi um fato comum para as empresas do setor de construção civil durante o período de crescimento do PIB brasileiro.

    Muitas empresas apresentavam Ebitda consideráveis, mas sofriam para converter em caixa estes recursos. Desta forma muitos investidores, analisando apenas o Ebitda, sofreram prejuízos neste período.

    Algumas empresas, como a PDG, inclusive acabaram sendo levadas a situação de recuperação judicial.

    Conclusão sobre o Ebitda por ação

    crescimento ebitdaA análise deste indicador é de extrema importância para o investidor.

    No entanto, é importante que o investidor não limite sua análise a apenas esta variável, e que a interprete dentro de um contexto maior.

    É crucial, por exemplo, analisar se a empresa é capaz de converter o seu Ebitda em lucro.

    Portanto, embora a análise do Ebitda por ação seja importante, o investidor não pode se limitar apenas a este indicador ao realizar o seu valuation.

    Assine a Suno e veja nossas recomendações de empresas altamente rentáveis e recomendadas para o investidor de longo prazo! Veja também as nossas recomendações de fundos imobiliários.

     

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *