Ebitda importante indicador financeiro

Talvez um dos indicadores mais falados pelo mercado financeiro, porém menos compreendida no seu real significado, seja o Ebitda.

A sigla Ebitda significa Earnings Before Interests, Taxes, Depreciation and Amortizations que, na sua tradução literal, significa lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização.

Essa métrica muito utilizada por analistas do mercado também pode ser chamado de Lajida.

Definição

Esse indicador financeiro demonstra o quanto a empresa está lucrando através das suas atividades operacionais.

Dessa forma, através desta métrica, é possível chegar a algumas conclusões sobre a viabilidade econômica, mas não financeira, de uma companhia.

É muito comum, no mercado, diversos analistas confundirem o Ebitda com a geração de caixa operacional de uma companhia.

Entretanto, este indicador de forma alguma mostra o dinheiro que de fato entrou no caixa da companhia.

Na verdade, este indicador está voltado para o regime de competência, ou seja, é apenas uma perspectiva de recebimento dos recursos advindos das operações da empresa.

O que de fato entrou no caixa de uma companhia em determinado período é a geração de caixa operacional, localizado nos demonstrativos de fluxo de caixa.

Então, costumamos dizer que o Ebitda é uma medida proxy da geração de caixa operacional, pois eles estão intimamente ligados, porém com a importante diferença de que um representa a perspectiva (que pode ou não ocorrer) e o outro o fato ocorrido.

Deve-se dar uma importância especial na análise deste indicador financeiro, pois através dele é possível excluir todos os fatores não ligados diretamente à operação da companhia em questão.

Dessa forma, através dele, pode-se excluir o custo com juros e impostos, por exemplo, que podem variar significativamente por fatores externos à companhia, e poluir, com isso, os méritos operacionais da empresa naquele período.

Como calcular o Ebitda

Para calculá-lo, é necessário descobrir-se o lucro operacional no espaço de tempo em questão.

No Brasil, ele resulta da subtração, a partir da receita líquida, do custo das mercadorias comercializadas, das despesas operacionais e das despesas financeiras líquidas (despesas menos receitas com juros e instrumentos financeiros).

Depois, é preciso adicionar ao lucro operacional a depreciação e a amortização inclusos nos custos de mercadorias vendidas e nas despesas operacionais.

O motivo é que essas contas não se constituem de uma redução efetiva do caixa no período.

Além disso, é preciso somar-se ainda a despesa financeira líquida, ou seja, acrescentar-se juros, amortização e depreciação ao lucro operacional líquido antes dos impostos.

Aplicação do Ebitda

Esse indicador, por eliminar diversos efeitos contábeis do negocio, pode medir com certa precisão qual a produtividade e eficiência de uma empresa.

Através da Margem Ebitda, é possível comparar diversas empresas do mesmo setor quanto à entrega de eficiência naquele período, bem como a variação dessa métrica de um ano para outro, que pode entregar os ganhos ou perdas de produtividade de um negócio.

Por outro lado, este indicador pode apresentar algumas armadilhas importantes.

Além de apresentar uma falsa ideia de liquidez de uma empresa, esse lucro exclui os custos com depreciação e amortização, que são os reinvestimentos requeridos pelo negocio.

Esse fator pode ser crítico, principalmente em empresas que possuem ativos de vida útil bastante reduzida.

Conclusão

Diante de todos esses fatores, é possível perceber que este indicador financeiro pode ser um importante aliado na análise de empresas combinado sempre com outros fatores que devem ser levados em conta.

Portanto, analisar uma única métrica não garante a assertividade de uma determinada conclusão em um julgamento de uma empresa.

Ainda assim, o Ebitda é uma das diretrizes mais acompanhadas pelos analistas e acaba ganhando bastante importância na análise de credito e múltiplos operacionais de uma empresa.

Comentários

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

©2017 SUNO RESEARCH | Investimentos inteligentes

[i]
[i]
[i]
[i]

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account