Dividendos a pagar são uma forte questão a ser levantada

Para um investidor que tenha interesse em formar uma carteira previdenciária satisfatória no seu futuro, se atentar aos dividendos a pagar das companhias aberta é uma tarefa bastante importante.

Certamente, conseguir saber, de antemão, quais serão os montantes dos dividendos a pagar das empresas é praticamente impossível, porém o estudo das mais diversas variáveis que envolvem uma companhia – o seu mercado, carteira de clientes, produtos ou serviços que oferecem, geração de caixa, dívida líquida e etc. – necessita ser feito de maneira constante por parte de quem aplica seus recursos no mercado de capitais.

Dividendos significado

A definição de dividendos pode ser interpretada como sendo uma bonificação que as companhias pagam a seus acionistas por acreditarem e, por consequência, depositarem o seu capital no projeto proposto pelo empreendimento e também na capacidade de gestão e execução de seu corpo de executivos.

Por impulsionarem financeiramente esse projeto, nada mais justo que o mesmo realizar um retorno, em forma de proventos, para os financiadores daquela empreitada.

Dessa forma, é possível concluir que o recebimento de dividendos tem um significado bastante realista no que diz respeito à geração de valor daquela companhia e, na grande maioria das vezes, quanto mais eficaz for um negócio naquilo que se propõe a fazer, maior será a tendência de seus acionistas se beneficiarem com o recebimento desses proventos no longo prazo.

Dividendos 2017

Neste sentido referenciado acima, o ano de 2017 apresentou uma característica bastante peculiar no que diz respeito ao pagamento dessas bonificações.

As companhias do setor de seguros, por exemplo, foram umas das que se destacaram nesse quesito e, certamente, os acionistas desse segmento obtiveram retornos bastantes satisfatórios no decorrer do ano.

Há de se destacar, também, as empresas do segmento de programas de fidelidade – Multiplus e Smiles – como boas pagadoras de dividendos em 2017, muito por conta de serem companhias que não precisam, necessariamente, de um capital investido em altas proporções para conseguirem gerar valor e, por isso, essas companhias conseguem crescer distribuindo grande parte do que conseguem gerar de caixa.

É claro que não podia de serem citados como excelentes pagadores de proventos os setores bancários e elétricos que, historicamente, são dois dos segmentos mais perenes – não só no Brasil, mas como em todo o planeta – e também apresentarem excelentes remunerações a seus acionistas em 2017.

Certamente, ao se investir em empresas dos segmentos citados acima, e organizando a sua carteira de dividendos de maneira inteligente, o investidor tem a possibilidade de conseguir receber essas remunerações em forma de proventos de maneira recorrente e até mesmo mensal, dependendo de quais companhias escolher.

Essa é um ponto de vista que o próprio Barsi já deixou claro ser possível em diversas ocasiões.

Ainda, ao se adicionar Fundos Imobiliários na aplicação, certamente a recorrência fica substancialmente maior no decorrer dos anos.

Conclusão

Para o investidor focado no longo prazo, é muito importante que se atente ao máximo nos dividendos a pagar das empresas, assim com nas datas que as mesmas realizarão essas bonificações, de modo que, dessa maneira, aumente-se sua rentabilidade o seu patrimônio no decorrer do tempo.

Comentários

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

©2018 SUNO RESEARCH | Investimentos inteligentes

Share This

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account