Esta semana iniciaremos a Semana dos Dividendos. Para se cadastrar clique aqui.

 E uma coisa que poucas pessoas têm a devida consciência é que sem dividendos é muito complicado atingir a independência financeira ou garantir a aposentadoria.

Imagine que você tenha acumulado um patrimônio em barras de ouro. Por maior que seja este patrimônio, você irá precisar vender um pouco deste ouro todo mês para fazer frente as suas despesas.

Com a renda proveniente de dividendos, você pode gastar a renda dos dividendos para fazer frente as suas despesas sem ter que “consumir” o capital principal.

Obviamente que para que isso ocorra, você precisa possuir ativos que gerem renda.

Quais ativos geram renda? Ações, fundos imobiliários, BDR´s e títulos.

As pessoas volta e meia me perguntam o que eu penso sobre ouro, ou bitcoin, etc.

Estes ativos não me atraem. Nada contra quem investe, tomara que dê certo, mas eu sou um investidor que busca ativos que geram renda.

Warren Buffett disse certa vez, que se você não encontrar uma forma de ganhar dinheiro enquanto dorme irá trabalhar até o dia que morrer.

Cada investidor tem um perfil e eu gosto de ativos que possam me gerar renda em algum momento.

E se você for ver a lista das pessoas mais ricas do planeta, estas pessoas edificaram suas fortunas através de participações acionárias em ativos que geram renda.

Pessoas como Warren Buffett, Jorge Paulo Lemann, Bill Gates, etc. São todos acionistas de empresas que geram renda.

Alguém pode falar “O Jeff Bezos da Amazon possui uma empresa que não gera dividendos”. E isso é verdade, mas isso ocorre pois a empresa está investindo pesadamente para continuar crescendo. Em algum momento sua empresa irá maturar, e vai pagar dividendos homéricos.

O caminho mais seguro para a busca da independência financeira é adquirir ativos que geram renda.

Obviamente, é preciso ser bastante seletivo com os ativos que você adquire. Não são todos os ativos que são indicados para todos os perfis de risco. Além disso, é preciso tomar cuidado em analisar um ativo.

Às vezes a empresa paga um dividendo insustentável. Às vezes a empresa paga um dividendo não recorrente. Você sabe identificar a qualidade do dividendo de uma empresa?

Vamos tratar disso ao longo dos próximos dias através dos conteúdos que estamos preparando para essa semana.

Então, eu te convido a se inscrever na Semana dos Dividendos. Para isso, basta clicar aqui.

Compartilhe a sua opinião

Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.