disciplina financeira
Por: Gabriela Mosmann

Disciplina financeira: veja como melhorar as finanças pessoais

A disciplina financeira é uma questão que vem ganhando cada vez mais notoriedade na atualidade. As pessoas estão, desse modo, se preocupando cada vez mais com os seus gastos.

Sendo assim, para manter a disciplina financeira, é fundamental ampliar o conhecimento sobre o assunto. E também mudar alguns hábitos que fazem parte do cotidiano e prejudicam as finanças pessoais.

O que é disciplina financeira?

A disciplina financeira consiste em um conjunto de hábitos que precisamos ter para melhorar a nossa vida em relação aos aspectos relacionados ao dinheiro.

5 amostras gratuitas para você conhecer a Suno!

Através da mudança de hábitos financeiros podemos,passar a ter uma vida com menos endividamento e menos preocupações. O objetivo final é tornar-se mais próspero, com mais segurança econômica e condições de construir um patrimônio sólido no longo prazo.

Entretanto, para que a educação financeira realmente funcione de maneira precisa e eficaz, é necessário seguir princípios básicos de organização. Afinal, sem disciplina não conseguiremos atingir as metas traçadas. Resumidamente, eles consistem em:

  1. Manter um bom controle de gastos;
  2. Fazer uma classificação dos gastos;
  3. Evitar o endividamento e o supérfluo;
  4. Começar a economizar dinheiro;
  5. Comprar à vista para evitar o juro;
  6. Trabalhar sempre com planejamento.

Manter sempre um bom controle de gastos

O primeiro passo para melhorar a educação financeira é manter um bom controle de gastos. Para isso é fundamental criar uma planilha de controle com todas as suas receitas e despesas.

Esse documento pode ser desenvolvido no próprio Excel, usando apenas duas colunas: uma para registrar as entradas de dinheiro e outra para a saída.

Através desse método ficará fácil visualizar os seus gastos. É importante anotar todos, até mesmo despesas corriqueiras que, somadas, representam um volume considerável.

Também é fundamental registrar a compra por inteiro, mesmo que tenha sido feita a prestação. Isso ajudará a avaliar se o que se está gastando é superior ao que se está ganhando.

Quer um método prático de administrar as despesas? Baixe a planilha de controle de gastos da Suno.

Controle de gastos

Fazer uma classificação dos gastos

Após fazer a planilha básica, deve-se criar uma terceira coluna classificando os gastos. A princípio, a classificação pode ser apenas em gastos básicos e gastos supérfluos.

Dessa maneira, pode-se identificar onde poderá cortar custos no próximo mês. Note-se, portanto, que com essa simples planilha, é possível saber se os gastos estão maiores que os ganhos e também se há muitas despesas com supérfluos.

É possível também gerar gráficos de avaliação sobre seus gastos. Através deles, fica mais fácil visualizar em percentual onde o dinheiro está indo por mês.

Evitar o endividamento e o supérfluo

Antes de consumir, vale a pena fazer perguntas como: “Eu preciso mesmo disso?”, “Se eu não comprar esse item, ele irá me fazer falta?”, “Esse é um item básico ou supérfluo?”.

Ao ponderar essas questões, é possível fazer uma análise sobre a real necessidade ou não do gasto, evitando compras por impulso. E desse modo, consegue-se evitar uma compra desnecessária, que poderá até mesmo comprometer o orçamento.

Começar a economizar dinheiro

Agora que já dr sabe onde estão os gatos, e como conter o impulso consumista, chegou o momento de aprender como economizar dinheiro. E para economizar, é preciso ter disciplina.

Um bom hábito é destinar uma parcela do ganho para uma poupança pessoal. Esse valor pode ser pequeno, a princípio, de modo a criar um hábito.

Pode ser considerado como se fosse uma prestação a ser paga, que não poderá ser usado para outro fim. Posteriormente ele poderá ser usado para compras de ativos, ou seja, se transformará em mais dinheiro.

Comprar à vista para evitar o juro

O próximo passo para a disciplina financeira é evitar a compra a prazo. Deve-se deixar essa opção para quando for realmente necessário. Isso decorre do princípio que toda compra à prazo é mais cara. Paga-se juros sobre e ainda não é possível ganhar descontos. Por isso, o objetivo de comprar à vista.

10 livros que todo investidor deveria ler

Trabalhar sempre com planejamento

Planejar é sempre o melhor caminho para evitar o endividamento e melhorar a saúde financeira. Desse modo, se há necessidade em trocar de carro, ou de casa, vale a pena planejar.

Um carro financiado, por exemplo, pode custar o dobro de um comprado à vista. Dessa forma, se ao invés de financiar um carro em três anos, for economizado dinheiro por um ano e meio, a mesma troca será possível. E, dessa forma, sobrará mais um ano e meio de economia.

A educação financeira somente é conquistada com bastante disciplina e planejamento. E quem quer melhorar as suas finanças não pode perder tempo. É preciso, portanto, começar a se organizar o quanto antes.

Gostou de saber um pouco mais sobre disciplina financeira? Deixe seu comentário abaixo e nos ajude a difundir o conhecimento.

 

Gabriela Mosmann

Gabriela Mosmann é analista de investimentos na Suno Research. É economista, mestre e doutoranda em Finanças pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Possui também certificação CNPI.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

201 artigos
Ações

FIIs

51 artigos
FIIs

Planilha Gratuito

Controle
SUAS
FINANçAS

Uma planilha 100% Gratuita para ajudar você a organizar as suas finanças!

Série Guia Suno

3 Livros pelo preço de 1

Aprenda tudo que você precisa saber para começar a investir com a série didática de livros Guia Suno