data ex

Você já reparou que as empresas escolhem uma data ex quando anunciam dividendos?

A data ex é um assunto simples de entender. Mas apesar disso, gera confusão para alguns investidores de ações que esperam receber dividendos.

Então, essa data é a data a partir da qual todo investidor que comprar a ação não terá direito a receber o dividendo (ou juros sobre capital próprio) anunciados.

Ou seja, se você comprar a ação a partir dessa data não terá direito a receber esses dividendos anunciados. Dizemos que a ação negocia ex-dividendos.

Mas é importante ressaltar que essa data é particular para cada anúncio de dividendos.

Por exemplo, se a empresa paga dividendos uma vez por ano, então cada ano terá uma data diferente para ex-dividendos.

Ou seja, mesmo que o investidor compre ação quando ela está ex dividendos, ele apenas não irá receber o dividendo já anunciado, sem efeito nos dividendos que ainda virão no futuro.

Vamos ver um caso real para entender melhor.

Data ex-dividendos da EZTEC

data-ex ez tecEm 1 de Dezembro a EZTEC (  ( ))  anunciou que iria pagar R$ 2,67 por ação no dia 15/12/2017.

Além disso, informou que suas ações seriam negociadas sem (ex) direito a dividendos a partir de 07/12/2017 (inclusive).

Ou seja, o acionista que comprou a ação a partir do dia 7 não recebeu esse dividendo de R$ 2,67 por ação.

Mas é claro que se esse acionista permanecer com suas ações no longo prazo, então quando a companhia anunciar um novo dividendo, ele terá direito de receber.

Portanto, sempre que você compra uma ação sendo negociada ex-dividendos você só não recebe o dividendo que já foi anunciado.

O recebimento dos próximos dividendos não é afetado.

Na prática, o investidor de longo prazo não precisa se preocupar com essas datas, pois a intenção é ficar com a ação por anos.

Ajuste da cotação na Data ex-dividendos

ajuste cotação ex-dividendosSempre que a ação passa a ser negociada sem direito aos dividendos, ocorre um ajuste para baixo na cotação dessa ação.

Funciona assim: A cotação do dia anterior à data ex-dividendos sofre uma redução exatamente no valor do dividendo a ser pago.

Assim, no dia seguinte o preço de referência da ação para os leilões de abertura considera essa nova cotação.

Veja o caso da EZ Tec, que comentamos acima.

No dia 06/12/2017 a cotação foi de R$ 24,16. Já no dia 07/12 (ex-dividendos) a cotação foi de R$ 20,90.

Ou seja, a diferença foi de R$ 3,26, representando uma queda de 13,5%. Mas não foi isso que o acionista perdeu, pois recebeu dividendos.

Assim, se descontarmos o ajuste de dividendos de R$ 2,67, então chegamos à oscilação real de R$ 0,59.

Na prática, as fontes de mercado que mostram a cotação já fazem esse ajuste automaticamente.

Muitas pessoas não entendem porque os dividendos são descontados do preço da ação.

Mas o motivo é simples.

Como ocorre uma transferência de dinheiro da empresa para o bolso do acionista, então logicamente, a empresa valerá menos.

Dinheiro não pode ser criado e nem destruído nessa transação. Portanto, ocorre o ajuste.

Tudo que a empresa perdeu de caixa os acionistas ganharam de dividendos.

Conclusão sobre a Data-ex

conclusão data exA data ex é uma data que faz parte do cotidiano normal de mercado. Mas acreditamos que o investidor de longo prazo não deva se preocupar muito com essa data. Os resultados de dividendos virão em anos, e não em apenas uma única distribuição.

Compartilhe a sua opinião
Rodrigo Wainberg

Rodrigo Wainberg

Profissional aprovado no Level III da certificação CFA, investidor em ações há 6 anos, possui registro de Analista e Consultor de Valores Mobiliários, e é Bacharel em Física pela UFRGS.