“Quanto mais uma pessoa se empolga com seus investimentos quando tudo vai bem, maior o risco de se decepcionar quando as coisas piorarem.

No mercado de capitais existem os dias bons e os dias ruins. Esteja preparado emocionalmente para os dias ruins.”

Escrevi isso ontem no meu Instagram e no Twitter (@tiagogreis em ambas as plataformas).

A ascensão dos preços das ações e fundos imobiliários fez o patrimônio de muitos crescer de forma significativa.

Mas é importante lembrar que isso não vai durar para sempre.

A valorização expressiva que tivemos desde o período eleitoral não vai se manter neste ritmo para sempre. Foi uma alta de quase 40% em 4 meses.

Isso não significa que estou pessimista.

Acredito que temos uma conjuntura política histórica para aprovar as reformas que o Brasil tanto precisa para crescer de maneira sustentável.

Essas reformas podem ter efeitos positivos no crescimento econômico e na redução das taxas de juros de longo prazo.

Estes dois fatores criariam condições para novas valorizações na bolsa, com lucros crescentes das empresas e redução das taxas de desconto dos ativos de risco.

Eu ainda vejo boas oportunidades na bolsa, sobretudo em empresas de menor capitalização que ficaram um pouco para trás na valorização dos últimos meses e/ou que tem poucos analistas fazendo cobertura.

O que eu quero com este texto é reduzir um pouco a empolgação, sobretudo dos mais novos na bolsa que nunca viram crises na pele de investidores.

Crises irão existir no futuro. Algumas que nem imaginamos hoje.

E você precisa estar preparado mentalmente quando elas ocorrerem. E quando ocorrerem também não é o fim do mundo.

Desde que eu nasci todas as crises foram superadas. É assim que a humanidade anda: para frente, mas não em linha reta.

Portanto, se você teve seu patrimônio valorizado, eu quero te dar os parabéns. Você foi remunerado pelo risco que você correu.

Mas não se iluda. Essa alta não irá se repetir eternamente.

Eu acredito em uma alta mais moderada daqui em diante, pelos argumentos que expressei acima.

Porém, não se iluda. Existem riscos. E a volatilidade irá sempre existir.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.