Acesso Rápido

    O que é a cotação do petróleo e como esse mercado funciona?

    O que é a cotação do petróleo e como esse mercado funciona?

    Rotineiramente os jornais e telejornais noticiam a cotação do petróleo, e se ele subiu ou caiu no mercado.

    Isso porque a cotação do petróleo nos afeta diretamente, influenciando no preço de seus derivados como gasolina e o óleo diesel. E dessa forma, impacta o preço do transporte, afetando todas as mercadorias.

    Como funciona a cotação do petróleo?

    A cotação do petróleo é o seu preço em um determinado momento no mercado onde está sendo negociado. Ele é o resultado da oferta e demanda da commoditie no mercado internacional em ambiente de bolsa. A unidade de medida utilizada é de dólares por barril de petróleo.

    Dessa forma, o preço do barril de petróleo nada mais é do que o valor em que quem deseja vender acha compradores, da mesma forma em que quem deseja comprar encontra compradores. Ou seja, é o preço de equilíbrio que satisfaz demandantes e ofertantes do mercado naquele momento.

    Geralmente, usa-se a cotação do preço final do pregão de mercado para dizer qual foi a cotação do dia.

    Planilha de Controle de Investimentos

    Faça o controle completo das suas ações, FIIs e todos os seus investimentos com a nossa planilha gratuita de Controle de Investimentos!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Tipos de petróleo negociados no mercado

    Há duas cotações mais acompanhadas pelo mercado financeiro: o West Texas Intermediate (WTI) e o Brent Crude Oil. O primeiro representa o petróleo de origem americana e negociado na bolsa de Nova York e o segundo de origem europeia, preferencialmente do mar do norte, e é negociado na bolsa de Londres.

    O petróleo Crude costumava ser mais barato por ter menos custos de extração e transporte por estar no mar. No entanto, nos últimos anos a tecnologia americana se aperfeiçoou, no que ficou conhecido como American Shale Revolution, e o petróleo WTI se tornou mais barato.

    Entretanto, ambos os tipos de petróleo são parecidos e possuem alta correlação e costumam seguir a mesma tendência de preços.

    Fatores que influenciam na cotação do petróleo

    Cotação do Petróleo

    Então, como falado acima, o preço do petróleo é o resultado da sua oferta e demanda no mercado.

    Logo, para entender o que impacta o seu preço é preciso entender quem são os principais ofertantes e demandantes desse mercado. Ou seja, os países com maior influência sobre nele.

    Segundo a U.S Energy Information Administration, os cinco maiores produtores de petróleo e sua participação no mercado mundial são os seguintes:

    • Estados Unidos, com 15% da produção
    • Arábia Saudita, 13%
    • Rússia, 12%
    • Canadá, 5%
    • Irã, 5%

    Já os cinco maiores consumidores e seu percentual de consumo do mercado mundial são os seguintes:

    • Estados Unidos, 20%
    • China, 13%
    • Índia, 4%
    • Japão, 4%
    • Russia, 4%

    Por isso, mudanças nesses países que afetem a sua produção e ou consumo tem grande capacidade de influir no preço do mercado internacional.

    Dessa forma, alguns dos maiores produtores de petróleo do mundo se juntaram em um cartel para aumentarem a sua influência sobre o preço do petróleo combinando a produção. A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) possui hoje 15 membros. São eles:

    • Angola
    • Argélia
    • Gabão
    • Guiné Equatorial
    • Líbia
    • Nigéria
    • Gabão
    • Venezuela
    • Equador
    • Arábia Saudita
    • Emirados Árabes Unidos
    • Irã
    • Iraque
    • Kuwait
    • Catar

    Em 2017, a OPEP produziu 32% da produção total de petróleo mundial. No entanto, seu grande poder está no fato de seus países membros serem donos de 81% das reservas mundiais de petróleo conhecidas.

    O cartel historicamente se organiza para diminuir a sua produção e aumentar o preço do petróleo, produzindo diversos choques na economia.

    Mas nos últimos anos, o cartel tem tido interesse em manter os preços baixos por um tempo para inviabilizar a produção americana e diminuir a concorrência. Por ter um custo maior de produção, as petrolíferas americanas só se mantêm com a cotação do petróleo mais alta.

     

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    2 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *