Acesso Rápido

    Correspondente bancário: saiba o que faz esse tipo de agente financeiro

    Correspondente bancário: saiba o que faz esse tipo de agente financeiro
    correspondente-bancario

    No mercado financeiro brasileiro, um dos agentes mais frequentes é o correspondente bancário. Tal atuação é oficialmente reconhecida pelo Banco Central (BACEN).

    Instituições financeiras e outras instituições autorizadas pelo BACEN têm permissão para contratar o correspondente bancário. A partir disso, ele pode realizar variados serviços financeiros.

    O que é correspondente bancário?

    O correspondente bancário representa uma empresa contratada por instituições financeiras autorizadas pelo Banco Central (Bacen), designadas para atuar na prestação de serviços de atendimento aos seus clientes e usuários.

    Ou seja, como o próprio nome sugere, o correspondente bancário representa um serviço financeiro de uma instituição que o contrata. Sua função permite a facilitação de operações financeiras, já que o mesmo atua como uma espécie de intermediário financeiro.

    Como exemplos de correspondentes bancários, temos o Banco Postal e as lotéricas. Entretanto, qualquer instituição autorizada pelo Banco Central pode ser contratada para servir como correspondente.

    O que faz um correspondente bancário?

    correspondente bancário

    Por ser uma atividade financeira, quem estabelece o que faz um correspondente bancário é o Banco Central. As atividades permitidas, são:

    1. Cobranças;
    2. Ordens de pagamento;
    3. Qualquer pagamento ou recebimento;
    4. Atividades ligadas a convênios de prestação de serviços ou contratos da instituição contratante;
    5. Recebimento de propostas para abertura de contas;
    6. Solicitar empréstimos empresariais ou pessoais, ou financiamentos;
    7. Solicitar, para trabalhadores ou aposentados, cartões de crédito e débito;
    8. Aplicar e posteriormente resgatar em fundos de investimento;
    9. Efetuar operações cambiais que estejam sob responsabilidade do contratante.

    Porém, para realizar a intermediação financeira, há um requisito básico. Este é que o correspondente precisa informar publicamente sua condição de prestador de serviços para a instituição que o contratar.

    Tal declaração envolve a explicitação dos serviços e produtos disponibilizados, assim como especificações sobre atendimento e ouvidoria da instituição contratante.

    Além disso, o correspondente não está autorizado a prestar serviços nas dependências da instituição financeira contratante.

    Como ser correspondente bancário?

    Atuar como correspondente bancário não é uma questão diretamente ligada ao Banco Central. Ou seja, se tornar correspondente não depende de sua autorização direta.

    A instituição financeira contratante fica responsável pela contratação do correspondente. Assim, esta precisa comunicar a contratação do correspondente ao BACEN.

    Pra ser correspondente bancário, a instituição precisa providenciar aos bancos certos documentos, como:

    • Contrato social da empresa;
    • CNPJ, adicionada de cópia;
    • Cópia do CPF e comprovante de residência de todos os sócios da empresa;
    • Comprovante de residência da empresa;
    • Comprovante de conta em banco.

    A partir disso, vai ser realizada uma avaliação a fim de saber se há qualquer restrição fiscal, criminal ou comercial para aprovação do cadastro.

    Mas, se você quer saber como ser correspondente bancário, deve ter em mente que a empresa deve possuir uma estrutura que atenda às exigências bancárias. Algumas delas são:

    • Sala de espera;
    • Atendimento direto no balcão;
    • Localização de fácil acesso;
    • Equipamentos adequados;
    • Segurança;
    • Tecnologia para lidar com informações.

    Como o correspondente bancário é remunerado através de comissões dos bancos, no começo das operações as receitas podem levar certo tempo até chegarem a ele.

    O correspondente bancário é mais um dos componentes do Sistema Financeiro Nacional. Para entender melhor sobre o assunto, assine gratuitamente a nossa lista de Whatsapp e fique por dentro de todas as novidades sobre política, economia e demais novidades do mercado financeiro.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    3 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Dorival 1 de agosto de 2019

      Um micro empreendedor individual pode ser correspondente bancário

      Responder
    • Claudionor Araujo 17 de novembro de 2020

      Bem esclarecedora e didática, esta matéria. Agora, já temos uma visão geral das atribuições do CORRESPONDE BANCARIO e como se da sua criação.

      Responder
      • Suno Research 17 de novembro de 2020

        Olá, Claudionor! Tudo bem?
        Muito obrigado! Ficamos felizes em ajudar. Conte conosco!
        Atenciosamente, Equipe Suno.

        Responder