Acesso Rápido

    Contabilidade gerencial usa dados da empresa para melhorá-la

    Contabilidade gerencial usa dados da empresa para melhorá-la

    A contabilidade gerencial faz com que os relatórios financeiros de uma empresa sejam bem mais que uma prestação de contas sobre fatores como o lucro bruto.

    O uso da contabilidade gerencial tem crescido e se tornado cada vez mais imprescindível para as empresas.

    O que é contabilidade gerencial?

    Contabilidade gerencial é o uso dos relatórios financeiros da empresa como ferramenta auxiliadora nos processos de tomada de decisão. Os dados ali contidos ajudam a mostrar as melhores estratégias para o negócio, otimizando a sua gestão empresarial.

    Esta ferramenta também é conhecida no mercado como contabilidade de gestão. Quando a prática surgiu, estas informações, que são recorrentes, passaram a ser analisadas com ainda mais critério.

    Muitas vezes, os processos decorrentes dessa técnica demandam até mesmo uma busca específica por dados que possam mudar a situação econômica da companhia.

    Como funciona a contabilidade gerencial

    Quem já tentou ler o balanço patrimonial de uma companhia percebeu o quanto a interpretação das informações contidas nele pode ser complexa. Em meio a uma chuva de números e siglas, é normal que quem não possui muita afinidade com o tema fique confuso.

    Assim, os dados obtidos através dos relatórios contábeis de uma empresa nem sempre tornam a informação clara ao seu usuário final – no caso os gestores. Isso porque esse tipo de material é produzido para cumprir exigências legais perante órgãos de fiscalização, governo e mercado. O diferencial da contabilidade gerencial é justamente mudar essa lógica.

    Uma das principais medidas para trabalhar com este recurso é tornar as informações de fácil entendimento para os gestores, em vez do público atendido pela contabilidade tradicional.

    Isso pode ser feito por meio da contextualização e do desdobramento dos dados presentes nos relatórios financeiros. Por exemplo, pode-se converter a informação em gráficos. A ideia é que o usuário final do dado consiga compreendê-lo.

    Em geral, esta tradução (ou interpretação) é feita por um contador, de preferência, que seja experiente no tema. Os dados apresentados pela contabilidade gerencial e financeira podem ser tanto relativos ao pagamento de impostos quanto às contas da empresa.

    Aqui, não se trata mais de pagar impostos ao governo ou simplesmente fazer a folha de pagamento, mas de fazer gestão contábil.

    Quer entender melhor o impacto das informações contábeis no preço de uma empresa? Faça o curso online e precificação de ativos da Suno.

    Importância da contabilidade gerencial

    Todo empreendedor deve conhecer seus negócios, e análise das contas são parte importante dessa tarefa. Até porque, ao veriricar os gastos e ganhos da empresa, é possível saber quais setores gastam mais recursos e quais geram mais retorno.

    É possível, ainda, descobrir onde existem gastos e cortar e itens que podem ser otimizados. Isso inclui impostos que não precisariam ser pagos se a organização tivesse um bom planejamento tributário.

    A contabilidade gerencial ajuda também a visualizar onde é necessário fazer algum investimento e quais são as áreas com capacidade ociosa do negócio. Desta forma, elabora-se o planejamento financeiro da empresa. Tudo a partir dos dados contábeis.

    E um dos principais benefícios da contabilidade gerencial é a utilização do que já se sabe sobre a empresa analisada. Assim, o risco de erro se torna menor. Seja para mudanças de curto ou de longo prazo.

    Por isso, é um importante auxiliar nos processos de tomada de decisão para qualquer negócio. Por meio dele, é possível entender melhor algumas das aplicações dos conceitos contábeis.

    Foi possível saber mais sobre contabilidade gerencial com este artigo? Deixe suas questões nos comentários a seguir.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *