como aplicar na bolsa de valores
Por: João Arthur Almeida

Como aplicar na bolsa de valores? Aprenda como começar a investir em renda variável

Como aplicar na bolsa de valores?

Como aplicar na bolsa de valores é uma dúvida comum entre muitos investidores, principalmente os mais iniciantes. Investir na bolsa de valores é na realidade muito mais acessível do que muitos imaginam.

Investir na bolsa de valores é o ato de comprar ativos que são negociados nesta instituição. Entre eles estão as ações, os fundos imobiliários e os derivativos. Sendo assim, através da bolsa o investidor pode, por exemplo, se tornar sócio de empresas listadas ou um cotista de fundos imobiliários. Estes investimentos são realizados através de corretoras de valores mobiliários.

No Brasil se criou um mito que bolsa de valores é um local apenas para ricos.

No entanto, a realidade é bem distinta. A bolsa de valores, por sinal, é um dos investimentos mais democráticos disponíveis no mercado.

Visto que não há um valor mínimo para começar a investir e também a rentabilidade obtida, em termos percentuais, independe do valor de capital.

Muitos outros investimentos, como por exemplo, o CDB, investimento bancário muito popular no Brasil, além de possuir valores mínimos elevados e inviáveis para boa parcela da população, apresentam uma rentabilidade que aumenta conforme o valor investido cresce.

Muitas vezes para se ter uma rentabilidade razoável é necessário aplicar um mínimo de R$ 50 mil. Um valor inviável para muitas pessoas alocarem em uma única aplicação.

Como aplicar na bolsa de valores?

como aplicar na bolsa de valores primeiro passoO primeiro passo para quem busca iniciar na bolsa de valores é abrir uma conta em uma corretora.

Mas o que são as corretoras?

Corretoras são instituições que fazem a ligação entre os investidores e a bolsa de valores.

Portanto, para investir na bolsa é necessário se vincular a uma corretora.

Existem diversas corretoras disponíveis no mercado.

O investidor deve buscar aquela com a qual ele mais se identifique.

Para os iniciantes pode ser um boa ideia buscar empresas que oferecem baixas taxas de corretagem.

Assim, a taxa cobrada pela intermediação não irá afetar a rentabilidade obtida.

Muitas corretoras atualmente cobram taxas bastante baixas.

Uma vez aberta a conta na corretora, o investidor deve fazer uma transferência bancária para esta instituição.

A partir daí, tem-se o dinheiro disponível para investir na bolsa de valores.

Ativos disponíveis para aplicar na bolsa de valores

como aplicar na bolsa de valores ativos
Muitos investidores têm receio de investir através de corretoras.

Isto é compreensível, visto que o investimentos através de bancos passa uma segurança pela magnitude destas instituições.

No entanto, é importante lembrar que o investimento em bolsa de valores é um dos mais seguros que existem para quem adota a perspectiva de longo prazo.

Afinal, ao se associar a empresa você passa a ser um dos donos da companhia.

Ou seja, você passa a ser sócio do empreendimento.

Enquanto que nos investimentos em títulos de dívida, por exemplo, a pessoa se torna apenas um credor de uma determinada empresa.

Além disso, é importante lembrar que o investidor de ações de bolsa de valores não corre o risco de sua corretora.

Seu patrimônio está custodiado na câmara de custódia da própria bolsa de valores do Brasil, a B3.

Assim, mesmo em um cenário extremo em que sua corretora deixe de existir os seus ativos ficariam intactos.

Uma vez vencido o medo de aplicar na bolsa de valores através de corretoras, o investidor pode começar a analisar os ativos disponíveis.

Existem uma série deles, tais como:

  • Ações
  • Fundos Imobiliários
  • Derivativos

Para os investidores iniciantes, recomenda-se que ele foque nos ativos mais simples e seguros, que são ações e fundos imobiliários.

Derivativos costumam ser ativos muito utilizados por especuladores.

Ações

Ações são a menor fração do capital social de uma empresa.

Ao comprá-las em bolsa de valores você se torna sócio da companhia e passa a gozar de direitos.

O principal deles é o direito a receber dividendos, que são parte do lucro da empresa.

Além disso, o detentor de ações ordinárias também pode votar nas assembléias da companhia.

Embora muitos julguem que o mercado acionário é um “cassino”, isto se dá apenas para aqueles que possuem a mentalidade de curto prazo.

No longo prazo, há poucos investimentos tão seguros como ações. Afinal, há baixo risco em se associar a grandes empreendimentos, como Itaú ou Ambev.

Obviamente no curto prazo os ativos podem oscilar bastante, devido às incertezas de mercado.

Mas, no longo prazo, a tendência é que boas empresas, quando compradas a bons preços, valorizem.

Fundos imobiliários

Fundos imobiliários (FIIs) são fundos de investimento que aplicam em ativos ligados ao mercado imobiliário.

São ativos de renda variável, assim como as ações.

No entanto, os FIIs possuem uma volatilidade muito menor do que as ações.

Por isso, podem ser uma ótima alternativa ao investidor iniciante na renda variável.

Os fundos imobiliários adquirem ativos como edifícios corporativos e galpões logísticos e alugam estes imóveis.

Então, a renda obtida com o aluguel é distribuída ao cotista na forma de dividendo.

Conclusão sobre como aplicar na bolsa de valores

como aplicar na bolsa de valores conclusãoComo aplicar na bolsa de valores é uma dúvida comum e que pode ser facilmente sanada.

Este é um mercado acessível para muitos, mas que no entanto poucos conhecem.

É possível obter, no longo prazo, uma rentabilidade elevada ao investir na bolsa de valores. Portanto, é importante que quando o investidor saiba como aplicar na bolsa de valores.

João Arthur Almeida

Profissional aprovado no exame CGA, Certificação de Gestores Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), para gestores de fundos de investimento. Também aprovado no exame (CEA), Certificado de Especialista em Investimentos pela mesma instituição.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

194 artigos
Ações

FIIs

49 artigos
FIIs

eBook Gratuito

Manual do Investidor

Tudo o que você precisa para dar os primeiros passos na Bolsa de Valores

Suno Black

Dias
Horas
Minutos
Segundos

Aproveite os últimos dias para se tornar Suno Black e ter acesso a todas as nossas assinaturas em 1 único plano!

Suno Black

tudo.

Dias
Horas
Minutos
Segundos

Aproveite os últimos dias para garantir a sua assinatura Suno Black e ter acesso a todo o conteúdo exclusivo Suno, com somente 1 assinatura!