Muitos investidores colocam parte de seu caixa em commodities agrícolas no Brasil, principalmente porque o país é um grande produtor das mesmas.

Com o intuito de entender quais são os atributos dos commodities agrícolas, esse artigo irá falar um pouco sobre suas definições.

Para começar, commodities agrícolas são produtos que funcionam como matéria-prima, produzidos em grandes escalas e que podem ser estocados sem perda de qualidade. Destacam-se alguns exemplos como: soja, suco de laranja congelado, trigo, milho, açúcar, algodão, borracha, café, etc. A palavra commodities vem do inglês commodity, que significa “mercadoria”.

Na análise econômica, essa expressão é utilizada para caracterizar produtos de origem primária.

Portanto, são produtos que chamam a atenção de grandes investidores sendo que os preços e a demanda costumam variar.

É interessante ressaltar que as commodities são negociadas na bolsa de valores e seus preços são definidos a nível internacional. Além das commodities agrícolas, existem mais três tipos. Veja:

  • Commodities financeiras – Dólar, euro, libra, real, títulos públicos do governo federal, etc.
  • Commodities minerais – Petróleo, ouro, prata, alumínio, níquel, gás natural, etanol, etc.
  • Commodities ambientais – Englobam diversos recursos naturais como a água, madeira, créditos de carbono, energia, etc.

Commodities agrícolas no Brasil

O Brasil é um país que produz e exporta diversas commodities. Destacam-se as commodities minerais, agrícolas e ambientais.

Deste modo, as commodities agrícolas no Brasil tem crescido exponencialmente nos últimos anos, sendo um grande produtor e exportador.

Nesse sentido, as principais commodities produzidas e exportadas por nosso país são: café, suco de laranja, soja e milho.

Entretanto, se por um lado o país se beneficia com essas mercadorias, por outro o torna dependente dos preços estabelecidos internacionalmente.

Mas, quando há alta demanda internacional, os preços sobem e as empresas produtoras lucram muito.

Diante disso, num quadro de recessão mundial, as commodities se desvalorizam, prejudicando os ganhos.

Neste contexto, devemos destacar que, mesmo que as commodities tenham um grande impacto na economia do Brasil, o país fica à mercê da oscilação dos valores e demandas desses produtos no mercado mundial.

Ou seja, o lucro pode ser grande quando o mercado está com preços favoráveis. Mas, por outro lado, isso pode afetar consideravelmente a economia do país.

Esse fato explica porque em tempos menos favoráveis os preços de alguns produtos sobem bastante.

Mesmo o país produzindo esses produtos, quando o valor e a demanda sobem no mercado mundial, a economia interna é afetada e quem sofre mais são os consumidores.

Dessa forma, quando ocorre uma crise mundial, os lucros das empresas são afetados, resultado esse da desvalorização das commodities no mercado internacional.

Cotação das commodities agrícolas na Bovespa

Commodities agrícolas

A Bovespa mostra em seu site na rede mundial diariamente as principais notícias referentes a esse mercado.

Deste modo, destacam-se aqueles de mais influência no momento para os negócios.

Entretanto, a cotação das commodities agrícolas na Bovespa tem como as principais mercadorias em destaque abaixo:

  • Açúcar cristal;
  • Boi gordo;
  • Café arábica;
  • Milho;
  • Soja;

Por fim, compreende-se que, as commodities agrícolas tem um grande influxo na economia nacional brasileira, podendo ser um dos principais métodos de captação de recursos para o governo e a sociedade.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.