Acesso Rápido

    O que é cheque pré-datado e como essa modalidade funciona?

    O que é cheque pré-datado e como essa modalidade funciona?

    O cheque pré-datado já foi uma das formas mais utilizadas para se comprar a prazo no nosso país. Entretanto essa forma de pagamento vem perdendo força nos últimos anos com o avanço do cartão de crédito.

    Um dos principais fatores que fez o cheque pré-datado deixar de ser utilizado também é o risco de inadimplência. Afinal, nessa modalidade há pouca segurança por parte do vendedor.

    O que é o cheque pré-datado?

    cheque prédatado é uma forma de pagamento como se fosse um cartão de crédito, só que utilizando o cheque convencional como meio de pagamento. Esse documento torna-se então uma espécie de garantia de recebimento futuro para o vendedor.

    Planilha de Controle de Gastos

    Não perca o controle das suas finanças! Baixe nossa planilha gratuita de controle de gastos e organize melhor toda a sua vida financeira!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Contudo é importante entender que, pela lei, o cheque é um documento de pagamento à vista Por isso é importante tomar alguns cuidados.

    O primeiro cuidado em como preencher cheque pré-datado, é colocar a data do cheque como sendo a data do desconto acordado. Isso em vez de somente datar o desconto embaixo e colocar a data atual no campo da data no cheque.

    Desse modo, o preenchimento do cheque pré-datado poderá dar alguma segurança caso o mesmo venha a ser descontado antecipadamente. Nesse caso, existe entendimento da Justiça de que o compromisso de desconto na data oferecida ao consumidor deveria ter sido cumprido. Com isso, é possível obter reparação por danos, com base nos direitos do consumidor,

    Outro cuidado é fazer constar em nota fiscal que a condição de parcelamento é a prazo. Também, se possível, guardar registros de que a modalidade pré-datada foi oferecida como opção na hora da compra.

    O que significa cruzar cheque?

    Cruzar cheque pré-datado significa torná-lo impossível de ser sacado. O cheque cruzado somente pode ser depositado em uma outra conta corrente. Isso dá uma segurança extra em caso de roubo, por exemplo.

    Pois caso o cheque a prazo venha a ser extraviado, se depositado em uma outra conta qualquer, essa conta acabará sendo descoberta pelas autoridades. E dessa maneira, fica mais fácil rastrear o ladrão.

    Por muito tempo, o cheque a prazo foi usado para fazer compras parceladas. Nessa modalidade, é comum a cobrança de juros embutidos.  Entretanto, devido a fatores como a alta inadimplência nesse tipo de pagamento, hoje em dia, são poucas as empresas que aceitam cheque a prazo como forma de pagamento.

    Quer administrar melhor os gastos de sua família? Baixe a planilha do orçamento familiar.

    Nesse sentido comprar com cheque pré-datado tornou-se um pouco mais complicado. As empresas, dessa forma, não são obrigadas a aceitar cheque pré-datado. Contudo, essa informação precisa estar explícita para o consumidor, em área visível. Deve-se lembrar que é preciso ter disciplina financeira para se fazer compras a prazo.

    Qual a melhor forma de comprar e receber à prazo?

    Para quem está efetuando uma venda, receber com cheque a prazo não é uma boa opção. Pois, caso o cheque não tenha saldo, o caminho para recebê-lo é bastante custoso. O que gera também um grande desgaste, inclusive financeiro.

    Sendo assim, a melhor maneira para se realizar compras e também vendas a prazo é através do cartão de crédito. Para o vendedor, mesmo que existam juros sobre a venda, a segurança do recebimento é alta. Por isso, receber com cartão de crédito tornou-se a opção mais difundida no mercado nos últimos anos.

    O cheque, assim como o dinheiro em espécie, tem sido cada vez menos utilizado. A cada dia, menos empresas aceitam o cheque como forma de pagamento. E até mesmo as instituições bancárias estão procurando diminuir a sua emissão.

    Gostou de saber mais sobre o cheque pré-datado? Então, deixe suas dúvidas nos comentários a seguir.

    Gabriela Mosmann
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *