casa da moeda
Por: Tiago Reis

Casa da Moeda: saiba como é feita a emissão monetária do Brasil

O dinheiro que circula na economia, tanto o papel quanto a moeda, é fabricado na Casa da Moeda do Brasil (CMB). Também popularmente chamado de Casa da Moeda (CM).

Entretanto, as funções da Casa da Moeda vão além de apenas produzir dinheiro. Com mais de 300 anos de operação, ela também é responsável combate fraudes e corrupção de documentos. Além disso, também promove o controle, fiscalização, autenticidade, rastreabilidade, proteção de marcas e certificações acadêmicas (provas e títulos), atuando dentro e fora do país.

O que é a Casa da Moeda?

A Casa da Moeda do Brasil é a empresa pública responsável, em caráter exclusivo, pela fabricação de moeda metálica e papel-moeda. Além disso, ela possui outras competências como imprimir selos e outros documentos que necessitam de proteção contra falsificação, como certidões e bilhetes de metrô.

A instituição foi fundada em 8 de março de 1694, em Salvador. Primordialmente, tinha como objetivo recunhar moedas de ouro portuguesas e espanholas em circulação. Mais tarde transferiu sua sede para o Rio de Janeiro e logo depois foi para Pernambuco.

Guia de Economia para Investidores

Confira os principais conceitos econômicos e aprenda como a economia pode influenciar seus investimentos com o nosso ebook gratuito de Economia para Investidores!

Atualmente, o parque fabril  da CM está localizado no Distrito Industrial de Santa Cruz, Rio de Janeiro. Além disso, tem capacidade para produzir aproximadamente 3 bilhões de cédulas e 4 bilhões de moedas ao ano.

Logo, a existência de uma instituição como a Casa da Moeda concede ao Brasil a autossuficiência para a produção de suas notas e moedas.

Funções da Casa da Moeda

As principais funções da Casa da Moeda são:

  • Fabricação de papel-moeda, moeda metálica e medalhas comemorativas;
  • Impressão de selos: postais, fiscais e federais, além de títulos da dívida pública federal;
  • Fabricação de passaportes para fornecimento ao Governo;
  • Atividades de controle fiscal como sobre a produção de cigarros, entre outros.

A Casa da Moeda realiza ainda a comercialização de moedas comemorativas em quantidades autorizadas pelo Banco Central. Além disso, está autorizada a imprimir documentos de empresas particulares que precisam de itens de segurança.

Como funciona a fabricação de papel moeda?

O Banco Central define anualmente junto à Casa da Moeda a quantidade de cédulas e moedas que devem ser produzidas. Ou seja, a CM fabrica o dinheiro e o Banco Central emite, distribui e controla os meios circulantes.

Dessa forma, é necessária uma autorização do presidente do Banco Central que, orientado pelo governo, define a quantidade de dinheiro a ser impresso.

Em 2018, o contrato assinado com o Banco Central contemplou um fornecimento total de 1.667.777 bilhões de cédulas. Isso representa um volume bem superior à média dos quatro anos anteriores que tiveram uma emissão média de 1,1 bilhão de cédulas, como mostra no gráfico.

Casa da Moeda e o mercado internacional

A Casa da Moeda é reconhecida no mercado internacional pelo seu padrão de segurança, tecnologia e qualidade. A propósito, esse reconhecimento data de muitos séculos atrás.

Ainda no Brasil Colônia, em 1813, moedas de cobre eram produzidas para a circulação nas também colônias portuguesas de Moçambique, São Tomé e Príncipe e Angola.

10 livros que todo investidor deveria ler

Atualmente, a CM atende as demandas de mercados localizados na América do Sul, como Argentina, Bolívia, Paraguai, Peru, Uruguai, Venezuela e Suriname. Também se faz presente na Costa Rica e Haiti.

Atravessando as fronteiras, atende as demandas de países africanos como Angola, Guiné-Bissau, Zaire, Cabo Verde, Moçambique, entre outros.

A Casa da Moeda precisa ser bem estruturada para servir de bom suporte para expansão econômica de um país. Para se manter atualizado sobre diversas notícias econômicas, inscreva-se gratuitamente em nosso canal do Telegram.

Telegram Suno
Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

19 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Marluce 2 de março de 2020

    Exelente conteudo. Principalmente para as escolas!!!

    Responder
  • Geneci 24 de março de 2020

    Se o Brasil tem a casa da moeda que faz dinheiro porquê o presidente precisa ir pedir dinheiro para outros paises?

    Responder
    • Suno Research 25 de março de 2020

      Boa tarde, Geneci!
      A casa da moeda é responsável pela impressão do papel moeda, que difere da real quantia de dinheiro que circula pelo país (atualmente, a maior parte do dinheiro é transacionada de forma eletrônica). O órgão responsável pela real emissão de dinheiro no país é o Banco Central. Contudo, a geração excessiva de moeda no país faz com que o valor dela diminua, causando alta inflação.

      Responder
  • Anízio Tavares 30 de março de 2020

    Acrise do Brasil é por falta de dinheiro porque não almenta a produção da moeda

    Responder
    • Adélio P. Cancian 18 de abril de 2020

      EU TAMBÉM GOSTARIA DE SABER…AINDA NÃO ENTENDI COMO É FEITO ESSE CONTROLE……

      Responder
    • Suno Research 14 de maio de 2020

      O que define o valor real do dinheiro é a geração de riqueza do país, não o valor nominal de quantos reais estão em circulação.

      Responder
  • Francisca Maria da Silva 18 de abril de 2020

    Interessante, é bem controlado. Eu achava que o Brasil poderia fabricar moeda de acordo com a necessidade.

    Responder
  • HAROLDO FERRAZ COSTA 1 de maio de 2020

    Boa tarde….tenho uma dúvida …existe a possibilidade de um gerente de farmácia não aceitar uma nota de cinquenta reais que consta na sua parte superior dois furos..aqueles feitos com furador?

    Responder
  • Bruno 5 de maio de 2020

    Como se imprimir mais dinheiro o valor dele diminui? Isso não existe Brasil dono da sua própria moeda e se diz estar passando por crise queria saber qual real motivo de não fábricarem dinheiro suficiente o único real motivo que vejo e pra beneficiar os empresários que detem de pelo menos 80% desse dinheiro e por isso não fábricam mais pra população continuar recebendo esmolas como pagamento salariado produz mais dinheiro aumenta o salário mínimo que esse dinheiro vai movimentar muito mais a economia vergonha um salário de 1000 reais e vai no mercado fazer compra e não compra nada as coisas aumentam justamente porque o povo não tem dinheiro porque se tivesse todo mundo ia fazer promoção pra chamar clientes então isso não existe diminui o valor de mercado internacional né se aqui no Brasil que tá brabo vocês pensando em aumentar o valor da moeda internacionalmente pensa primeiro aqui depois pensa nos demais paises o povo carente tá sofrendo as pessoas só vivem pra comer aqui no Brasil será que todos nós não temos direito de ter uma vida ao menos um pouco confortável.

    Responder
    • Octavio 13 de maio de 2020

      PARABÉNS Bruno pela sua observação e desabafo.
      Cara até agora eu também não consegui entender nada sobre este assunto!! Se temos e podemos fabricar nossa própria moeda, porque precisamos acompanhar moeda de outro país. Complicado!!!
      Surgirá gerações e gerações e nunca entenderemos nada sobre nossa própria casa.

      É UMA LÁSTIMA TUDO ISSO.
      SEM COMENTÁRIOS!!

      Responder
      • Fernando 20 de junho de 2020

        A questão está mais relacionada à oferta e procura na minha visão. Substitua o real por algo que você possa fazer em casa, tipo um bolo, agora pense que todo mundo resolve fazer bolo e vender, pois tem uma grande demanda. Logo que todos estiverem fazendo bolos, a demanda será equalizada e haverá uma grande oferta de bolos e assim vai ficar mais díficil para vender o seu bolo pelo preço de sempre, então você resolve vender mais barato que o do seu vizinho, com isso, em pouco tempo, você vai ver que o seu bolo já não tá valendo nada – o custo de fabricação e a sua margem de lucro não compensam…
        O Banco Central seria o grande “produtor de bolos” precisa gerenciar a emissão de moeda (impressão pela casa da moeda), para evitar que algo similar ao exemplo que dei dos bolos aconteça (excesso de moeda em circulação).
        Atualmente, com a internet, podemos pesquisa e estudar sobre essas questões que já deveriam ser explicadas nos primeiros anos de escola, eu mesmo demorei para entender um pouco mais sobre como funciona.
        Além do site da Suno, sugiro pesquisar no site mises org br, lá você vai ter uma visão bem legal sobre como a economia funciona.

        Boa sorte!

        Responder
  • Nilton Romani 14 de maio de 2020

    Quando é programado a produção anual de Cédulas e Moedas e qual a programação para 2020?

    Responder
  • Nilton Romani 14 de maio de 2020

    Quando é programado a produção anual de Cédulas e Moedas e qual a programação para 2020?

    Responder
  • Mario Cezar Rozales 24 de julho de 2020

    De que forma eu consigo saber os números de emissão de moedas de cada valor, qual a quantidade.

    Responder
  • Marcos 9 de agosto de 2020

    Era para existir uma nota Rosa de r$ 300 com a foto da casa da moeda

    Responder
  • Débora 1 de setembro de 2020

    Tá aceitando currículo pra trabalhar aí?

    Responder
  • Vannia 7 de setembro de 2020

    Pra mim nao a duvida que eles controla o dinheiro para haver miseraveis para existir fome morte escravos porque voce que trabalha empregado e escravo do seu salario de miseria pessoas que e obrihada a receber um salario de 1000 reais pra sobreviver num pais que tudo e muito caro eles sao maus muito maus isso e que e a verdade

    Responder
Leia Mais...
Outras Seções

Ações

208 artigos
Ações

FIIs

58 artigos
FIIs
accounting (1)

Minicurso Gratuito

Contabilidade Para investidores

Aprenda os principais conceitos sobre contabilidade que todo investidor precisa saber!

Group 285

NÃO VÁ EMBORA AINDA..

O portal que vai te ajudar a começar
a investir.

Todos os conteúdos gratuitos 
da Suno em um só lugar!