Acesso Rápido

    Cartão de débito: forma de pagamento pode ajudar no controle do orçamento

    Cartão de débito: forma de pagamento pode ajudar no controle do orçamento

    Se você parar e pensar nas últimas vezes que comprou algum produto, vai perceber que usou um cartão na maioria das vezes. É que o chamado “dinheiro de plástico” possui um grande número de usuários no Brasil. O cartão de débito tem uma base de clientes que chega a 39,6 milhões.

    Esse é um dado da pesquisa ‘Estatísticas de Pagamentos de Varejo e de Cartões no Brasil’, divulgada pelo Banco Central (Bacen) em 2018. Ainda de acordo com esse levantamento, a participação do cartão de débito na hora das compras chega a 55,4%.

    O que é cartão de débito

    Cartão de débito é um meio de pagamento eletrônico. Nele, a dedução do valor de uma compra é feita diretamente da conta do titular do cartão. Esse cartão pode estar vinculado a uma conta corrente ou então a uma conta poupança.

    Em praticamente todos os bancos, ao abrir qualquer tipo de conta, o correntista recebe um cartão dessa modalidade. O objetivo é facilitar a movimentação do saldo bancário, seja fazendo saques ou compras.

    Cartão de débito

    Muitas vezes em um mesmo cartão são oferecidas as funções débito e crédito. No crédito, o pagamento ocorre apenas após o fechamento da fatura. Já no débito, a compra só é realizada caso haja dinheiro na conta vinculada a ele.

    Representa, portanto, uma ordem de pagamento à vista. De certa forma, o cartão de débito é uma alternativa ao cheque, porém de uma maneira mais segura. Isso porque a transação é eletrônica e realizada por meio de senha.

    Vantagens do cartão de débito

    Entre os benefícios desse meio de pagamento está o fato de ser uma forma de evitar a circulação com grandes quantias de moeda em espécie. Isso aumenta a segurança. Veja outras vantagens do cartão de débito:

    • Possibilidade de controle de gastos. O valor das compras é limitado ao que existe no momento à disposição na conta corrente. Assim, a possibilidade de se gastar mais do que se tem é menor;
    • Facilidade de obtenção. Diferentemente dos cartões de crédito, os de débito não necessitam de uma análise de crédito para serem adquiridos. Em geral, ao abrir uma conta, esse tipo de cartão já é oferecido.

    Uso do cartão de débito no exterior

    O cartão de débito internacional é uma forma de facilitar o controle de gastos também nas viagens para fora do país. Com ele, é possível sacar dinheiro em caixas eletrônicos na moeda local. Essa facilidade exige o pagamento de taxas por saque e também de movimentação financeira.

    A cotação do dólar é a da data da compra e não do fechamento da fatura, como ocorre no crédito, o que pode evitar sustos no orçamento. Até 2020, os cartões de crédito também terão que oferecer o mesmo tipo de vantagem, segundo portaria publicada em novembro de 2018 pelo Banco Central.

    As vantagens para o uso do cartão de débito fora do país, entretanto, já foram maiores. É que até o fim de 2013, o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) do débito era de 0,38%. Mas a partir de então a taxa passou a ser a mesma da função crédito: 6,38%.

    Para saber se você possui um cartão de débito internacional, olhe na parte de trás dele e confira se existem símbolos das operadoras Cirrus ou Plus.

    Na sequência, entre em contato com a central de atendimento do seu banco e faça a liberação para o uso no exterior. Para não ter surpresas, confira o limite para saque e também as taxas que serão cobradas no seu cartão de débito.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *