carry trade

Mecanismo muito comum nas transações financeiras mundiais, o carry trade é um conceito elementar no mercado financeiro, porém ele é pouco conhecido pelo investidor iniciante.

Podemos dizer que o carry trade é uma estratégia de negociação que envolve empréstimos a uma taxa de juros baixa e o investimento em um ativo que fornece uma taxa de retorno mais alta.

Essa estratégia, de maneira geral se baseia em empréstimos em uma moeda de taxa de juros baixa e na conversão do valor emprestado em outra moeda, compra-se um produto que forneça uma taxa de juros mais alta.

De maneira geral, esse é um capital considerado altamente especulativo.

No curto prazo, ele pode servir para ajudar um país a financiar o seu déficit fiscal. Porém ele nunca deve ser levado em consideração no longo prazo, pois a qualquer sinal de crise os investidores que operam dessa forma levam o seu dinheiro embora.

Compreendendo o mecanismo de Carry Trade

Carry Trade

Compreendendo o mecanismo de Carry Trade

As Carry Trades são apropriadas apenas para entidades com grandes fundos por conta de dois motivos principais: risco de uma queda acentuada no preço dos ativos investidos e risco cambial implícito nesse negócio.

O risco cambial de um procedimento como esse é especialmente acentuado. Por esse motivo, o risco de um carry trade raramente é coberto, pois o mesmo impõe um custo adicional na transação, inviabilizando-a.

Desse modo, tal procedimento é utilizado quando há um apetite por risco bastante elevado, além de em um ambiente econômico global bastante estável.

Por exemplo, em 2007, o carry trade envolvendo o iene japonês alcançou US$ 1 trilhão, uma vez que esse país era praticante de taxas de juros próximas de zero.

Dessa forma, à medida que a economia mundial começava a entrar em recessão em 2008, houve o colapso de praticamente todos os ativos, o que levou ao desaquecimento do iene, ocasionando um aumento de 29% do dólar em relação ao iene em 2008, trazendo consigo muitos prejuízos aos fundos que operavam dessa maneira.

Como operar no Carry Trade

Carry Trade

Como operar no Carry Trade

Para negociar no Carry Trade, é preciso utilizar o Forex, plataforma da qual é possível comprar uma moeda através da revenda de outra.

Desse modo, para negociar corretamente nesse tipo de trade, é preciso que o operador leve em consideração alguns fatores importantes.

Possivelmente o principal deles é o risco de mudança repentina do câmbio, podendo fazer que o operador tenha perdas que superem os ganhos obtidos com a diferença das taxas de juros.

Portanto para operar nesse mercado, é preciso entender dois pontos básicos:

  1. O primeiro passo é o operador identificar um par de moedas da qual apresente uma diferença na taxa de juros, normalmente espera-se que essa diferença seja superior a 3%. Atualmente, o iene é uma divisa que possui uma taxa de juros bastante baixa e historicamente tem sido muito utilizada para esse tipo de especulação.
  2. Montar uma posição alavancada, captando os recursos “baratos” e aplicando em investimentos que ofereçam retornos maiores.

Como vimos, o carry trade é uma operação bastante arriscada, pois envolve diversos fatores macroeconômicos difíceis de quantificar e prever. Não indicamos que investidores comuns arrisquem o seu capital em manobras especulativas como essa.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.