Acesso Rápido

    CAPM: entenda como funciona esse modelo de precificação de ativos

    CAPM: entenda como funciona esse modelo de precificação de ativos
    capm

    No mercado financeiro, existem várias formas avaliar o investimento em um ativo. Uma das mais conhecidas é o chamado CAPM.

    CAPM é a sigla que expressa “Capital Asset Pricing Model”  em português “Modelo de Precificação de Ativos de Capital”. Remete a um modelo de precificação criado por um grupo de especialistas.

    O que é CAPM?

    CAPM (sigla para Capital Asset Pricing Model ou Modelo de Precificação de Ativos de Capital), é um método que analisa a relação entre o risco e o retorno que é esperado de um investimento.

    Muito utilizado em finanças para precificar títulos de risco e gerar retornos esperados para os ativos, o CAPM determina a taxa de retorno teórica apropriada para certo ativo em relação a uma carteira de mercado diversificada.

    Como funciona o CAPM?

    O CAPM é baseado em suposições sobre comportamentos de investidores, distribuições de risco e retorno, e fundamentos de mercado. Ou seja, o modelo opera a partir do risco dos ativos e do custo de capital.

    Dessa forma, o indicador do Capital Asset Pricing Model é calculado a partir de uma fórmula, que tem como objetivo avaliar se uma ação é valorizada quando seu risco e o valor do dinheiro no tempo são comparados a seu retorno esperado.

    Sua autoria é de William Forsyth Sharpe, Jack Treynor, John Lintner e Jan Mossin, todos baseados no trabalho de Harry Markowitz (vencedor do Prêmio Nobel de Economia de 1990, com Sharpe e Merton Miller) sobre Teoria do Portfólio e diversificação.

    Teoria do Portfólio

    A Teoria do Portfólio (ou Teoria Moderna do Portfólio de Markowitz) trata de como investidores utilizam o princípio da diversificação para otimizar suas carteiras.

    Logo, de acordo com esta teoria:

    • Decisões sobre a escolha de investimentos devem ser tomadas segundo a relação risco-retorno;
    • Neste processo, modelos de otimização de portfólio são auxiliares;
    • Estes modelos devem mensurar os níveis de risco e retorno dos investimentos.

    Quer saber mais sobre investimentos e mercado financeiro? Fale com a Suno. Aproveite e se inscreva, gratuitamente, em nosso curso “Valuation & precificação de ativos”.

    Como calcular o CAPM?

    A fórmula do CAPM é a seguinte:

    • ERi = Rf + βi (ERm – Rf)

    Sendo:

    1. ERi = Retorno Esperado do Investimento (Expected Return of Investiment);
    2. Rf = Taxa Livre de Risco (Risk-free rate);
    3. βi = Beta do investimento (Beta of the investment);
    4. ERm = Retorno Esperado do Mercado (Expected Return of market);
    5. (ERm – Rf) = Prêmio de Risco de Mercado (Market risk premium).

    Assim, na fórmula, a taxa livre é o valor do dinheiro no tempo, e os outros componentes expressam os riscos adicionais assumidos pelo investidor.

    CAPM e o índice Beta

    Em um mercado competitivo, o prêmio de risco muda conforme o risco não diversificável, que é o beta.

    Então, beta é um investimento potencial e uma medida do risco que o investimento agregará a um portfólio no mercado.

    Desta forma, de acordo com o CAPM o custo de capital equivale à taxa de rentabilidade que os investidores exigem como compensação pelo risco de mercado ao qual se expõem.

    Como resultado, o investidor obtém a taxa de retorno ou desconto exigida para poder utilizar a fim de encontrar o valor de um ativo.

    Enfim, os conceitos de CAPM, baseados na Teoria do Portfólio, podem ajudar os investidores a entender a relação entre risco esperado e recompensa, para tomarem melhores decisões com relação à adição de títulos em um portfólio.