Acesso Rápido

    CAGED: como funciona o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados?

    CAGED: como funciona o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados?

    Utilizado como um índice de desemprego, uma dos principais indicadores macroeconômicos, o CAGED é uma fonte de informações útil para os analistas econômicos.

    Mensalmente, os jornais publicam informações baseadas nos dados do CAGED. Em geral, são notícias referentes ao mercado de trabalho.

    O que é o CAGED?

    CAGED é a sigla para Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. Como o nome sugere, constam nele as informações sobre contratações e demissões de empregados.

    Tais dados servem como um importante indicador da atividade econômica do país, influenciam diretamente as decisões das empresas, dos investidores e dos agentes públicos.

    Quais dados são demonstrados no CAGED?

    O CAGEDé o responsável por apresentar as taxas de desemprego do país, tanto mensais quanto o acumulado do ano.

    Além disso, nele são registradas as pessoas que deram entrada no seguro-desemprego e que o estão recebendo.

    Porém, é importante salientar que o CAGED considera apenas a variação de ocupação dos empregos formais, conhecidos como CLT.

    Assim, dados sobre Microempreendedores Individuais (MEIs) e o mercado de trabalho informal, por exemplo, não são consideradas por este indicador.

    Porém, isto não diminui a relevância das informações obtidas por meio do cadastro, bem como os seus impactos, que costumam ser analisados por economistas.

    Qual é a importância do CAGED?

    caged

    Considerando que, em tese, quanto mais pessoas empregadas, melhor o desempenho da economia, o CAGED apresenta um importante retrato de como anda a atividade econômica no Brasil.

    O indicador fornece ainda dados divididos por regiões, estados e até municípios.

    Também é possível obter informações acerca da idade dos profissionais contratados ou demitidos, bem como escolaridade e formação.

    Desta forma, é possível monitorar como a contratação de mão de obra se comporta em cada lugar.

    Além da função de indicador econômico, o CAGED também mostra quais são os locais que demandam mais políticas públicas e projetos sociais, como o Jovem Aprendiz, neste sentido.

    Outra funções do CAGED é tornar tanto o acesso quanto a fiscalização sobre empregadores e empregados e a prevenção de fraudes trabalhistas mais ágil.

    Isso porque se a empresa não informar a demissão sem justa causa do funcionário, este não conseguirá dar entrada no seguro-desemprego.

    Como é formado o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados?

    caged

    O CAGED foi criado em 1965, pela Lei n°4923. Seu registro é composto por data de contratação, de demissão, cargos, nome das empresas e nome dos empregados.

    Estas informações são repassadas mensalmente pelas empresas ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). O envio de informações só será diário quando ocorrer a contratação ou dispensa de empregados.

    Lembrando que todas as empresas que tenha contratado, demitido ou transferido um empregado deve repassar estas informação ao CAGED. Desde que o funcionário em questão tenha um contrato de trabalho regido pela CLT.

    Mudanças no CAGED com a chegada do eSocial

    No entanto, a expectativa é que nos próximos anos o CAGED seja substituído pelo Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial).

    Esta mudança afetará apenas a forma de transmissão dos dados por parte das empresas.

    Porém, as informações continuarão a ser repassadas mensalmente pelas organizações e os dados disponibilizados ao público, como ocorre hoje. Isto possibilitará que os analistas econômicos continuem a ponderar acerca destes dados, ainda que o CAGED em si deixe de existir.

    O CAGED é divulgado mensalmente — e se você não quer perder nenhum dado econômico, assine a Lista de Whatsapp da Suno para receber, diretamente no seu celular, todas as notícias sobre economia, política e mercado financeiro.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *