business model canvas
Por: Tiago Reis

Business Model Canvas: entenda como funciona esse modelo de plano de negócios

A maior parte dos planos de negócios são documentos com várias páginas e certa complexidade que procuram avaliar o mercado, o público-alvo e principalmente a parte financeira do negócio. Uma das exceções é o Business Model Canvas, que é um plano simples e prático.

Business Model Canvas, em português, significa “quadro de modelo de negócios”. Ele possui esse nome porque tem uma forma resumida, cabendo em somente um quadro.

O que é Business Model Canvas?

Business Model Canvas (BMC) é um esquema de plano de negócios que pode ser apresentado em apenas um quadro, permitindo visualizar a correlação estratégica entre várias áreas de forma prática e resumida.

O modelo é baseado na tese de Doutorado do suíço Alexander Osterwalder e prioriza a inovação, prototipação e a criação colaborativa.

Ademais, o BMC caracteriza-se pela simplicidade e eficiência, e foi desenvolvido por mais de 200 consultores de todo o mundo, de forma colaborativa.

Por sua vez, a prototipação faz com que a análise de negócios possa ser realizada de forma rápida e em várias versões. Desta forma, tal ferramenta vem sendo cada vez mais utilizada na construção ou expansão de empreendimentos.

Partes do Business Model Canvas

Business Model Canvas

O BMC é conhecido por ser apresentado em seções que se relacionam umas com as outras. As partes que formam o Business Model Canvas são:

  1. Parceiros-chave: principalmente terceirizações, a exemplo de fornecedores. Empresas, tarefas e matérias-primas que fazem com que o negócio entregue oferta de valor;
  2. Atividade-chave: complementa os recursos-chave. Desta forma, são as atividades mais relevantes que permitem à empresa funcionar adequadamente.
    Como exemplo, a manutenção de uma plataforma e a produção de bens;
  3. Recursos-chave: ativos essenciais para que o negócio possa funcionar. Corresponde à parte operacional, e deve explicar o que é importante nos ativos da empresa.
    Assim, os ativos podem ser físicos (máquinas, por exemplo) ou intelectuais (recursos humanos e atendimento, por exemplo);
  4. Proposta de valor: valor quer dizer os benefícios do produto ou serviço para o cliente. Significa proposta e valor ao consumidor. Deve-se avaliar também os diferenciais em relação à concorrência;
  5. Relação com os clientes: refere-se a estratégias que impeçam o cliente de ir para o concorrente, como os preços e o atendimento.
  6. Segmento de clientes: escolha de qual nicho de mercado vai ser atendido, analisando com o olhar do cliente;
  7. Estrutura de custos: principais custos da empresa, vindos da operacionalização. Incluem parcerias, recursos e comissões para os vendedores.
  8. Fontes de receitas: fluxo de receitas que define como o cliente vai pagar pelos benefícios receber. Existem vários modelos de receitas, como venda de produtos, aluguel, licença, assinatura e leilão;

Porém, um nono aspecto, “Canais”, pode ser incluído em algumas formas do modelo. Nessa parte seria explicitado os meios para a empresa comunicar e entregar valor ao cliente.

Estes canais podem ser de distribuição, venda e comunicação. Seriam por eles que o cliente conheceria a proposta e o valor do produto ou serviço.

Como fazer um Business Model Canvas?

Para saber como fazer um Business Model Canvas, é necessário ter em mente que esse é um modelo de quadro.

Assim, faça um quadro dividido em 8 (ou 9, conforme algumas versões) blocos, descritos anteriormente.

Os blocos se referem, resumidamente, a:

  1. Clientes potenciais e tipos de mercado;
  2. Tipos de vantagem competitiva, incluindo proposta de valor;
  3. Canais de distribuição e tipos de canais;
  4. Tipos de relacionamento e relacionamento com clientes em geral;
  5. Fontes de receita e tipos de receita;
  6. Tipos de recursos e recursos-chave;
  7. Atividades-chave e tipos de atividade;
  8. Tipos de parceria e parceiros-chave;
  9. Estruturas de custo e tipos de custo.

Assim, cada um destes blocos deve ser preenchido a partir do ponto de vista do cliente.

Caso queira ter uma ideia melhor de como fazer o Business Model Canvas, há modelos prontos disponíveis online, e você pode baixar alguns deles gratuitamente.

O Business Model Canvas é um modelo que vem se disseminando cada vez mais por sua simplicidade e praticidade. Mas saber mais sobre o assunto, confira o nosso minicurso gratuito sobre Valuation e Precificação de Ativos e entenda melhor como analisar as qualidades e fraquezas de um negócio.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

202 artigos
Ações

FIIs

52 artigos
FIIs

eBook Gratuito

Invista Como
Warren Bufeett

Aprenda a usar a estratégia do Value Investing, usada pelo maior investidor do mundo!