Acesso Rápido

    Bonificações de ações: entenda tudo sobre esse tipo de evento

    Bonificações de ações: entenda tudo sobre esse tipo de evento

    As bonificações de ações nada mais são do que a distribuição de novas cotas aos sócios de um negócio de capital aberto.

    A quantidade de bonificações de ações concedidas aos acionistas sempre dependerá da participação de cada sócio no empreendimento.

    Normalmente, nesses tipos de eventos, o acionista recebe um comunicado da empresa detalhando sobre como ocorrerá a bonificação.

    No site da B3, também é possível visualizar informações referentes a esse acontecimento, de modo que muito dificilmente o investidor atento deixará de saber o que ocorrerá.

    Tenha em mente que essa bonificação é proveniente do aumento de capital de uma empresa quando a mesma precisa incorporar as suas reservas de lucros.

    As bonificações também podem ser entregues aos acionistas na forma de dinheiro. Esse montante pago será proveniente das reservas, que até então não tinham sido incorporadas pela companhia.

    Deste modo, não há alteração do patrimônio líquido da companhia, pois não houve entrada nova de recursos, mas sim um aumento da quantidade de ações oriunda da bonificação.

    Como a bonificação de ações altera o preço das ações?

    Como a bonificação de ações altera o preço das ações?

    Como dissemos anteriormente, após o processo de bonificação de ações, como não está entrando novos recursos financeiros na empresa, é natural que se espere, a partir do aumento da base acionária, um movimento de queda das ações da empresa.

    No entanto, nesse processo, o patrimônio final do acionista não sofre alteração, pois o valor de mercado da companhia permanecerá o mesmo, bem como o patrimônio total de cada sócio.

    Quanto à liquidez dos papeis no mercado, teoricamente todo esse processo não alteraria esse importante fator, pois as novas ações bonificadas irão para os atuais acionistas da companhia.

    No entanto, talvez seja possível observar algum aumento da liquidez devido ao menor preço de negociação das ações, o que permite a entrada de pequenos investidores na empresa.

    É muito mais provável que a liquidez de uma companhia aumente quando na ocorrência de uma subscrição publica, pois nesse tipo de evento, sempre haverá a entrada dos aportes de novos investidores.

    Outros detalhes sobre as bonificações de ações

    Outros detalhes sobre as bonificações de ações

    Geralmente, toda a bonificação de ações ocorre também em conjunto com o chamado leilão de fracionárias.

    Esse leilão é de caráter obrigatório, conforme consta na Lei 6.404/76 que guia as Sociedades por Ações no Brasil.

    Para entender esse evento é bastante simples, digamos que um investidor possua 44 ações de uma empresa que anunciou uma bonificação de 20%. Para realizar os cálculos devemos fazer a seguinte operação:

    1. Multiplique o número de ações na posse do investidor (44 ações) pela porcentagem das ações bonificadas (0,2 ou 20%).
    2. Com o resultado obteremos o número de ações que serão bonificadas (8,8 ações).

    Portanto, como vimos no resultado, o número de ações bonificadas será de 8,8 ações.

    No entanto, como não é possível receber uma fração de 0,8 de ação, portanto deverá ser devidamente creditado em dinheiro na conta corrente do investidor o equivalente a esse valor.

    De maneira geral, quando uma empresa anuncia esse tipo de evento, normalmente é um importante indício de que o negócio tem tido ótimos resultados e que parte desses estavam sendo acumulados na linha de lucros retidos.

    Portanto, da próxima vez que você observar uma divulgação de bonificações de ações olhe com bons olhos essa companhia, pois normalmente isso demonstra a força do crescimento da empresa bem como a saúde financeira da mesma.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    2 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Gabriel 1 de fevereiro de 2020

      Como fica o Preço Médio da ação após o recebimento da bonificação?

      Responder
      • Nalbert 28 de setembro de 2020

        O preço médio cai. Mas não há criação nem destruição de valor para a empresa nem para o acionista. O PL da empresa se mantém o mesmo. E no frigir dos ovos o o que ocorre é que o valor em dinheiro sai de um campo do balanço patrimonial para outro, ou seja, sai do campo de reservas de lucro ou lucros acumulados para o campo de capital de social, portanto, o valor do PL (soma de capital social + reservas de lucro + lucros acumulados) se mantém o mesmo.

        Responder