Acesso Rápido

    Blockchain: saiba como funciona a tecnologia das criptomoedas

    Blockchain: saiba como funciona a tecnologia das criptomoedas

    Blockchain é o nome de uma tecnologia de informação relacionada à moeda virtual bitcoin.

    O sistema da blockchain foi criado para criptomoedas, mas tem sido estudado para aplicações no mercado financeiro tradicional por empresas como a Cetip (B3).

    O que é blockchain?

    A blockchain, também chamado de “protocolo de confiança”, é uma tecnologia firmada a partir do conceito de descentralização como medida de segurança. Ela é tida como a principal inovação tecnológica do bitcoin, haja visto que é a evidência de todas as operações na rede.

    O significado de blockchain em português é “corrente de blocos”, por causa da junção das palavras “bloco” (block) e “corrente” (chain).

    O uso mais conhecido dessa tecnologia é na criptomoeda mais famosa do mercado, o bitcoin (BTC). Ela foi desenvolvida sobre o conceito criado por Satoshi Nakamoto. O sistema blockchain é a base da rede de compartilhamento das chamadas moedas virtuais.

    Pode-se dizer que a origem da blockchain está ligada à origem do bitcoin. O projeto contribuiu também para que surgisse um banco de dados distribuído e as ditas altcoins (moedas alternativas ao bitcoin).

    Nesse ambiente, a blockchain é utilizada para verificar as transações. Isso ocorre  por meio dos chamados blocos, que são registros que armazenam detalhes e a identificação do processo de transferência das moedas digitais.

    Por fim, as aplicações do registro de transferências foram além do envio de bitcoin e ganharam outras funções. O sistema é estudado por diversas instituições financeiras. Por exemplo, a tecnologia empregada em sistemas para registro de:

    • Propriedade intelectual;
    • Música;
    • Ativo financeiro;
    • Dinheiro;
    • Contratos de propriedade.

    Como funciona o sistema blockchain?

    É através do sistema blockchain, as transações online das criptomoedas, como envio e recebimento, acontecem. Na prática, a rede funciona como livro de registro e busca garantir a confiabilidade do sistema aos seus usuários.

    Isso porque o objetivo é fazer comprovação das transferências feitas através de uma rede. Por meio dela, é possível acessar informações como endereço e saldo do bloco. Esses dados são públicos e podem ser acessados por qualquer pessoa. O sistema esta organizado em várias bibliotecas públicas, espalhadas por milhares de computadores.

    Quer ficar por dentro das novidades que mexem com o mercado? Se inscreva no WhatsApp da Suno.

    A tecnologia blockchain é complexa na sua formação, pois é feita através de uma cadeia de blocos. Dessa forma, cria-se um livro de registro serve para demarcar o envio e recebimentos das moedas. Esse documento é compartilhado entre todos os participantes da rede, tornando uma fraude extremamente difícil de ocorrer.

    Adicionalmente, para evitar irregularidades, cada transferência feita na rede utilizando a blockchain armazenada dentro de um bloco receberá uma camada grossa de criptografia. Dentre as características da blockchain estão:

    • Sistema de fé pública para os registros, baseado em confiança e transparência;
    • Sistema feito em código aberto, assim como bitcoin, passível de ser modificado;
    • Segurança feita em criptografia, que requer a participação de outros computadores;
    • Automatização, para que não existam erros como duplicidade ou conflitos na rede.

    Como as criptomoedas funciona na rede blockchain?

    Os responsáveis por criar os blocos e validar as transações são chamados de mineradores. E o sistema de bloco é unido por elos, chamados de hash. Cade hash unido formara a corrente de blocos, e a união da corrente formará a rede.

    O trabalho de cada minerador consiste em calcular o hash, através de fórmulas matemáticas complexas. Quando há êxito nesse cálculo, as ligações entre blocos acontecem e o minerador é recompensado com um bitcoin. Por causa da complexidade matemática, o trabalho é desenvolvido mais rapidamente com uso computadores especializados.

    Foi possível saber mais sobre o que é blockchain com este artigo? Deixe suas dúvidas nos comentários a seguir.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    2 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Rodrigo 10 de setembro de 2019

      Blockchain é usado como meio de pagamento em outros lugares além das criptomoedas? Pode-se usar no mercado livre por exemplo? Compensa usar caso seja possível?

      Responder
    • Pedro Luiz 12 de setembro de 2019

      Ainda é muito pra minha cabeça…. tenho que coloca-la nas nuvens pra começar a compreensão do tema. Mas a sua explicação foi a que mais entendi até o momento

      Responder