Bens de produção

Os bens de produção movimentam boa parte da economia brasileira, inclusive com exportações.

Tanto que grande parte da indústria de bens de produção é formada por SAs que costumam ofertar ações na bolsa de valores de tempos em tempos. E sua lucratividade muitas vezes é atraente.

Os bens de produção são bens-primários e estão atrelados à matéria-prima e sua extração. Alguns deles são ligados à energia necessária para a produção de outros bens. Eles serão utilizados por outras indústrias para a criação de um novo produto.

Assim, são considerados bens de produção, por exemplo:

  • Madeira;
  • Minérios;
  • Água;
  • Plantas e vegetais; e
  • Petróleo.

Alguns bens de produção podem ser também bens de consumo. Isto é bastante recorrente em alimentos.

Isso porque estes podem ser utilizados na produção de outras mercadorias, mas também consumidos in natura.

Indústria de bens de produção

Bens de produção

As indústrias de bens de produção, também conhecidas como indústrias de base, são responsáveis por transformar matérias primas em produtos para outras indústrias.

Usemos a madeira como exemplo. A indústria de bens de produção trata as árvores colhidas e corta o seu tronco em pedaços.

Estas taboas ou troncos podem ser utilizados tanto pela indústria moveleira quanto pelas produtoras de papel.
As indústrias dos bens de produção são as principais exportadoras do país.

Basta pensar na indústria do petróleo brasileira.

Atualmente, captamos e vendemos o óleo bruto para outros países o refinarem e nos venderem de volta, mas por um preço maior que o da primeira transação.

Este processo se repete com outros produtos.

É comum que grandes empresas destes segmentos sejam estatais. Mas há muitas empresas privadas especializadas em bens de produção.

Exemplificando este fato temos a Petrobras, que é estatal. Porém, a Braskem é uma empresa privada.

A Vale do Rio Doce, por sua vez, nasceu estatal, mas em 1997 foi privatizada e é a terceira maior empresa de mineração do mundo.

As indústrias de produção costumam ser responsáveis por um grande número de empregos gerados.

No entanto, estas empresas também são dependentes de uma malha de transportes eficiente, para escoar sua produção.

Este transporte pode ser feito por água, com os navios, ou por meios aéreos.

Porém, no Brasil, a maior parte deste transporte é feito por meios rodoviários. Este fato ficou claro na greve dos caminhoneiros, realizada em 2018.

Bens de capital e bens de produção

Bens de produção

Apesar de serem bastante confundidos, os bens de produção e os bens de capital são diferentes.

Os bens de capital são as máquinas e ferramentas utilizadas pela indústria na confecção de produtos, a partir dos bens de produção.

Assim, é comum que as duas indústrias estejam entrelaçadas.

Isso porque as máquinas são feitas a partir de minérios, como o de ferro, e demais matérias primas. Estas, por sua vez, são fornecidas pela indústria de base.

Além disso, a indústria de capital desenvolve os tratores e mecanismos que serão utilizados pela indústria de bens de produção.

Logo, desvinculá-las não é algo possível.

O fato é que há espaço para as indústrias de bens de produção crescerem e gerarem uma boa distribuição de dividendos aos seus acionistas.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.