banco digital

O banco digital já deixou de ser uma ideia futurista para se tornar uma realidade surpreendente, assim como a poupança deixou de ser um bom investimento.

A cada dia, um novo banco digital é anunciado no mercado, tanto brasileiro quanto internacional. Mas qual é o diferencial destas instituições para os bancos convencionais?

O banco digital, como o próprio nome sugere, é uma instituição financeira na qual você faz todas as suas transações online, ou seja, sem precisar de uma agência física. Os clientes destas empresas raramente precisam de algum suporte humano e resolve suas questões quase sempre pela internet.

Até a abertura da conta pode ser feita online, por um site, aplicativo ou por email.

Além das funções comuns a todas as contas bancárias, o banco digital também oferece opções de investimento para seus clientes.

Não confunda banco digital com internet banking

banco digital

O internet banking oferecido pelo banco tradicional foi criado para tentar proporcionar o mesmo nível de autonomia e praticidade que tornam o banco digital tão interessante.

Esta tecnologia vem sendo melhor desenvolvida nos últimos anos, deixando uma série de transações mais fáceis e rápidas.

O Bradesco, por exemplo, já oferece a opção de abertura de conta pelo seu aplicativo, sem a burocracia da agência bancária.

Além disso, dependendo do banco e do tipo da conta, algumas transações pela internet podem ser isenta de taxas.

No entanto, não é sempre que isto acontece. Tanto é que as instituições financeiras tradicionais ainda têm taxas muito mais altas do que as dos bancos digitais.

Estes valores maiores até se justificam se pensarmos na manutenção da sua estrutura. Porém, isto não o impede de perder competitividade.

Alguns deles, por exemplo, disponibilizam transações sem nenhuma taxa, como TED para outros bancos.

Junte a isso o fato de o dinheiro colocado em uma conta digital render mais do que a famosa poupança, se seus rendimentos forem baseados na taxa do Selic, por meio de títulos públicos.

Logo, ela se torna mais atraente do que uma conta poupança tradicional, especialmente para os investidores mais jovens.

É fato que um banco digital ainda não oferece a mesma segurança ou gama de serviços que um banco convencional, mas ainda há um grande espaço para crescimento.

Cuidados com o banco digital

banco digital

Por ser algo novo, é preciso ter alguns cuidados ao optar por uma conta digital.

Em 2018, o Banco Neon anunciou seu fechamento por falta de dinheiro para se manter e “violações legais graves”. Como o Neon não era uma instituição financeira em si, o banco parceiro, que era quem realmente fazia as transações, foi quem sofreu o problema, que tambpem inviabilizou a operação da startup.

Detalhe: no dia anterior ao anúncio da liquidação extrajudicial, a instituição havia recebido um aporte de R$ 72 milhões.

Os clientes que haviam investido por meio do banco Neon tiveram que esperar o ressarcimento via Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

Lembrando que, desde dezembro de 2017, é possível recuperar através do FGC um total de R$ 1 milhão por CPF. No entanto, esta devolução fica restrita a R$ 250 mil por instituição financeira.

Ou seja, você pode investir R$ 250 mil em quatro bancos diferentes e estará seguro em caso de falência.

Então, antes de aplicar todo o seu dinheiro em um lugar só, considere este ponto, ok.

O banco digital pode ser uma ferramenta extremamente útil, mas ainda está em fase de aperfeiçoamento no Brasil.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.