Acesso Rápido

    Balancete: o que é e como analisar esse documento contábil?

    Balancete: o que é e como analisar esse documento contábil?

    Para investidores de todos os níveis, compreender os fundamentos existentes em torno de um balancete de empresas é de fundamental importância.

    Em resumo, é através do balancete que se torna possível enxergar de maneira bastante clara o financeiro de uma empresa.

    O que é Balancete?

    O balancete é um demonstrativo financeiro de caráter não obrigatório feito pelas empresas, sendo muito relevante para que se previnam possíveis erros tanto de crédito quanto de débito na contabilidade de um negócio.

    Entretanto, esse documento é de uso interno, sendo muitas vezes usado estrategicamente pela companhia em questão, e normalmente contém todas as contas e saldos em um determinado período.

    Minicurso: Contabilidade para Investidores

    Inscreva-se no nosso minicurso gratuito e aprenda os principais conceitos de contabilidade para quem quer investir em empresas na Bolsa de Valores!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Com efeito, por não possuir um caráter obrigatório, esse parecer pode ser impresso, editado e alterado sempre que necessário.

    Dessa forma, a periodicidade desse tipo de relatório pode ser definida de modo que seja balancete mensal, quinzenal ou até mesmo diário, ficando a critério da gestão do negócio a sua regularidade.

    De fato, apenas com a contabilização correta de um balancete, torna-se possível verificar se os lançamentos contábeis realizados são coerentes, além de verificar detalhes como depreciação e amortização, lucro, ativos e outros.

    Como funciona um Balancete?

    Através do balancete, é possível que os gestores possam acompanhar a evolução de receita e despesas de determinado período.

    Além disso, tal atestado também permite a constatação a respeito das margens de lucros dos produtos e/ou serviços oferecidos, além de ser muito usado, também, para o cumprimento de metas financeiras.

    Sendo assim, esse relatório define parâmetros muito importantes para as tomadas de decisões de uma gestão quando o assunto são novos caminhos e estratégias de uma companhia.

    Diante disso, vale ressaltar que a importância deste relatório é examinar se existe um crédito correspondente para cada débito no balanço patrimonial da companhia.

    Dessa forma, fica possível entender a definição e o que é balancete, porém existem algumas outras peculiaridades a serem destacadas frente a esse documento.

    Para que serve um Balancete?

    Com a definição de balancete já feita, cabe aqui ressaltar que é a partir dos balancetes que são elaboradas as seguintes verticais contábeis:

    • DRE (Demonstrativo de Resultado de Exercício);
    • Balanço Patrimonial das empresas;

    Em relação a essas duas frentes provenientes da contabilidade, é interessante destacar suas definições.

    Em primeiro lugar, a DRE informa todas as receitas e despesas de uma companhia ao longo de um determinado período.

    Assim, descontando-se as demais linhas como depreciação e amortização, por exemplo, a última linha da DRE informa o lucro ou prejuízo do período.

    Por outro lado, o balanço patrimonial é definido como sendo a demonstração contábil destinada a evidenciar, quantitativa e qualitativamente, a posição patrimonial e financeira da empresa em uma determinada data.

    Com isso, ao contrário das DRE, o balanço se refere sempre a uma determinada data, e não a um ano, trimestre, ou qualquer outro período.

    Como funciona um balancete?

    Para realizar a análise do balancete, é fundamental entender tanto sua estrutura quanto o que cada linha do documento informa.

    Em suma, é possível apresentar os saldos iniciais da conta com seus respectivos movimentos (que podem ser débitos ou créditos). Outra forma mais simplificada é apresentar simplesmente o saldo final de cada contas.

    Entretanto, é fundamental entender os conceitos apresentados nas linhas dessa documentação.

    Nos ativos, podem ser encontrados dados como dinheiro em caixa, estoques, equipamentos, imóveis e outros. Esses são os bens necessários para manter o negócio funcionando.

    No entanto, a linha depreciação e amortização, que também consta nas contas patrimoniais como ativos, são consideradas contas retificadoras, pois diminuem o ativo, uma vez que contabilizam o desgaste dos equipamentos usados no negócio.

    Por outro lado, existem contas patrimoniais localizadas no passivo — como as contas com fornecedores, salários de funcionários e impostos, como ICMS, ISS e outros.

    De fato, cada empresa, a depender do regime de impostos e dos gastos em suas operações, apresentará linhas ligeiramente diferentes, mas as linhas gerais do balancete tendem a ser as mesmas.

    E-book: Aprenda como analisar uma ação

    Baixe gratuitamente o nosso ebook e conheça os principais critérios para se analisar uma ação antes de investir!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Diferença entre balanço e balancete

    O balanço patrimonial, ao contrário do balancete, é obrigatório, sendo necessária a apresentação do documento ao final do exercício contábil.

    No entanto, quem tem CNPJ cadastrado como microempreendedor individual (MEI) não necessita apresentar esse documento, apesar de ser necessária a apresentação da declaração anual.

    Dessa forma, o balanço permite verificar, qualitativa e quantitativamente, a saúde financeira de uma empresa ao longo do tempo, indicando se a mesma está dando lucro ou prejuízo.

    Portanto, o balancete pode ser visto como um complemento ou prévia, já que pode ser elaborado antes.

    Além disso, informações contidas nesse documento são úteis na elaboração da DRE, conforme já foi abordado anteriormente.

    Como analisar um Balancete?

    Costuma-se dizer que essa demonstração é como se fosse uma “foto” instantânea das condições financeiras da empresa naquele momento.

    Como resultado, fica claro perceber que, pela sua relevância e importância dentro de um conceito contábil, o balancete é um fator de muita importância.

    De fato, para o dono e um negócio, é fundamental entender como se faz a análise de um balancete, pois ele é fundamental para a saúde financeira de qualquer empresa.

    Além disso, apesar de o documento ser de utilização interna, seus documentos derivados, como a DRE e o balanço patrimonial, devem ser considerado por um investidor ao se analisar os fundamentos de uma companhia.

    Restou alguma dúvida a respeito do balancete? Comente abaixo!

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *