Acesso Rápido

    Aumento de capital: entenda de uma vez como funciona esse processo

    Aumento de capital: entenda de uma vez como funciona esse processo

    Uma operação bastante comum dentro do mercado financeiro é o aumento de capital social de uma empresa.

    O aumento de capital é uma fonte de financiamento que viabiliza o desenvolvimento de novos projetos dentro de uma companhia.

    Essa operação permite que os antigos acionistas continuem como sócios do empreendimento, mas também torna possível que novos sócios entrem no projeto.

    O aumento de capital pode ser feito de duas formas distintas:

    • Subscrição de novas ações: método que consiste na emissão de novas ações, reforçando assim, o capital social da empresa;
    • Incorporação de reservas: parte dos resultados positivos de uma empresa devem ser incorporados nas reservas da mesma. Quando as reservas atingem um determinado valor, esse recurso pode ser incorporado no capital social da empresa. Esse tipo de processo culmina na distribuição de novas ações aos acionistas já existentes da empresa.

    A grande vantagem desse processo é que a companhia não precisa recorrer a empréstimos bancários, onde naturalmente é esperada a cobrança de juros.

    Como funciona o processo de aumento de capital

    aumento de capital
    Como funciona o processo de aumento de capital

    Numa empresa que negocia ações em bolsa de valores, realizar um procedimento como esse é algo que depende da aprovação do conselho de administração da companhia.

    Na divulgação do aumento de capital, a empresa deverá expressar qual a modalidade do processo, o montante que será envolvido e o número de novas ações emitidas.

    Adicionalmente, a companhia nunca deverá deixar de mencionar o prazo do qual as entradas de capital irão ocorrer, além de como vai se dar a entrada de novos cotistas, caso ocorra uma subscrição.

    Para oficializar esse processo é necessária a realização de uma escritura pública outorgada perante um tabelião e registrada na Conservatória de Registro Comercial da qual a sociedade está matriculada.

    Além disso, é muito importante mencionar que existe um direito de subscrição preferencial do qual permite que o acionista antigo da empresa mantenha a mesma participação percentual no capital social da companhia.

    Conforme consta no Código Civil, o direito de preferência na subscrição das novas quotas/ações deverá ser exercido no prazo de até 30 dias, a partir da data de deliberação da aprovação do aumento de capital social.

    Porque fazer um aumento de capital social?

    aumento de capital
    Porque fazer um aumento de capital social?

    Esse processo pode ser desencadeado por diversos motivos. Dentre uma das principais motivações é o investimento estratégico em expansão por meio de novos projetos consumam muito capital.

    Além disso, a empresa pode estar procurando fazer melhorias operacionais, aumentar o caixa ou até mesmo reduzir endividamento com o dinheiro amealhado com os acionistas.

    Outro motivador que pode desencadear esse processo é a incorporação de reservas. Esse procedimento corresponderá ao aumento da participação de cada sócio, proporcionalmente ao valor nominal que os mesmos possuem na empresa.

    A depender da forma de sociedade, bem como o estatuto social da companhia, o processo de aumento de capital social pode ser determinado pelos sócios em uma assembléia.

    Portanto, é muito importante estar atento e entender como funciona o processo de aumento de capital, bem como interpretar qual a intenção da companhia com a realização desse procedimento.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    8 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Jonas 3 de junho de 2019

      Muito útil e muito bem explicado.

      Responder
    • Alisson 23 de outubro de 2019

      Vale investir em empresas com este cenário? o preço cai com a oferta, ou pode aumentar?

      Responder
      • Respostas Curtas 4 de agosto de 2020

        Claro que vale seu animal, afinal qual empresa n vai em algum momento estar precisando de dinheiro?

        Responder
    • Valdir 24 de agosto de 2020

      Tiago, como funciona o aumento de capital social utilizando reservas mas sem bonificar os acionistas, como no caso da SANEPAR ocorrido em 27/03/2020?

      Responder
      • Suno Research 25 de agosto de 2020

        Olá, Valdir! Tudo bem?
        O aumento de capital mediante a capitalização de reservas ou de lucros importará alteração do valor nominal das ações ou distribuições das ações novas, correspondentes ao aumento, entre acionistas, na proporção do número de ações que possuírem.

        No caso de Sanepar, o aumento se tornou necessário porque o saldo da reserva de lucros excedeu o valor do capital social da empresa.
        Pela legislação, a estatal paranaense é obrigada a aumentar o capital.

        Atenciosamente, Equipe Suno.

        Responder
    • Vitor 19 de setembro de 2020

      Tiago, tenho uma dúvida. Quando ocore o aumento de capital, novas ações estão em circulação, imagino que o free float seja alterado, é isso?

      E ainda, com essa quantidade de ações maior no mercado, o valor de mercado da companhia também aumenta? Digamos, havia 1.000 ações a 10,00, após o aumento de capital, ela possui 1.300 ações ainda a 10,00, ou seja, o seu valor de mercado aumentou apenas por conta do aumento de capital? Como fica o preço das ações nesse caso?

      valeu, abraços! ótimo trabalho de vocês

      Responder
      • Suno Research 22 de setembro de 2020

        Olá, Vitor! Tudo bem?
        Correto. O free float pode ser alterado em casos de aumento de capital.
        Com relação a segunda dúvida, podemos dizer que há essa possibilidade, mas não é uma regra. Muitas vezes, o mercado corrige o preço das ações para baixo, a fim de se igualar com o valor anterior.
        Atenciosamente, Equipe Suno.

        Responder
    • Pedro Paiva 17 de novembro de 2020

      Um aumento de capital é vender património, se vendo património como é que um aumento de capital serve para aumentar o capital próprio!?

      Um aumento de capital é dívida só que não é um empréstimo mas sim uma responsabilidade para com uma maior percentagem detida por terceiros que querem acompanhar a administração da empresa e sua filosofia ou podem ter interesse em correr com a administração, então acompanham o aumento de capital e ainda pretendem adquirir um número maior de ações para controlar os direitos de voto! Sendo estes acionistas novos ou antigos, estes passam a ser donos da empresas quer para os prejuízos ou lucros onde a administração decide partilhar os lucros e os prejuízos se for responsável e séria com os accionistas! Este empenho leva à criação de um elo de ligação que em momentos de crise os acionistas estão dispostos a colaborar com a empresa na obtenção de lucros ou na carência por um tempo determinado de proveitos ou juros e premios a receber para em troca levar a empresa a lucros mais fortes ou com capacidade para manter os seus negócios, por isso a empresa quando aumenta capital fica dependente dos seus credores numa óptica de futuro, quando uma empresa é mal gerida o aumento de capital não cria negócio, não dá proveito ao acionista e toda a injeção de capital torna as empresas em igual estado de dificuldades ou o valor retido não foi devidamente aplicado na empresa indo para prémios salariais e manutenção de mordomias onde o acionista não vê retorno patrimonial na empresa logo, as suas ações que se desvalorizaram na arbitragem do aumento de capital nunca poderão ter retorno pois a razão para resolver o problema de fundo com capitais de terceiros com a cedência de património acaba por gerar mais dívidas e responsabilidades com os acionistas!

      Como se pode pagar prémios de gestão com empresas a solicitar capital para diversos fins?

      O aumento do capital próprio faz-se com aquisição dos lucros do negócio, aumento de capitão é criar mais sócios com quem dividir o negócio, proveitos e prejuízos. Nas crises com convém dividir o risco de prejuízo, no crescimento das economias e com as empresas estabilizadas no mercado estas não devem repartir o negócio pois assim retém mais os seus lucros! As obrigações e as promessas feitas aos acionistas devem ser respeitadas na íntegra, um acionista defraudado vai sempre fazer publicidade negativa sobre a empresa tenha essa alterado a administração e postura para com os acionistas e isso obriga a um esforço redobrado para captar capital!

      Não sou formado em economia ou gestão, mas vejo que existe falta de fiscalização nos aumentos de capital, o que uma empresa pretende fazer com os capitais de outrem e o que realmente faz! A bolsa é um jogo como outro qualquer, saber as regras da arbitragem é saber 50% do jogo, o resto do jogo é como funciona a sua dinâmica, mas para a arbitragem funcionar e ser conhecida tal como a dinamica do jogo comprar barato e vender caro tem 99% manipulação/especulação!

      Responder