Aportes mensais

O termo aporte mensal é comumente utilizado para explanar uma contribuição financeira, ou um dinheiro destinado a um determinado fim periodicamente.

Aliás, quando o aporte mensal é aplicado com rigor, ele se torna indicado para pessoas que querem viver de dividendos, por exemplo.

Aporte mensal é um termo usado para identificar a aplicação financeira mensal de uma pessoa ou empresa em investimentos. Normalmente é feito com perspectiva de longo prazo, em empresas que se encaixam nos preceitos do value investing.

Uma vez que ele pode ser usado como estratégia de investimento, esse aporte periódico se mostra muito eficiente quando aplicado da maneira correta.

Aporte mensal

Método do aporte mensal dobrado

Algumas técnicas de investimentos que envolvem aportes periódicos são difundidas entre os investidores. Aliás, uma delas, chamada de método do aporte dobrado, é bastante conhecida por sua eficiência.

Segue abaixo o passo-a-passo dessa técnica utilizada em investimentos de renda variável:

  1. Fixar, percentualmente, uma quantia do seu “salário” ou receita mensal
  2. Quando, no mês anterior, sua carteira de investimentos apresentar resultado negativo, você efetua um aporte dobrado da quantia, ou seja, 2x o valor fixo
  3. Por outro lado, quando no mês anterior sua carteira apresentar resultado positivo, você efetua um aporte dividido pela metade, ou seja, 50% do valor fixo

Essa estratégia pode parecer um tanto contraditória. Mas se você investe em bons ativos, ela comprovadamente funciona no longo prazo . Portanto, a ideia é potencializar os lucros ao longo da trajetória de ganho de valor.

Contudo, igual a esta, existem outras técnicas de aportes mensais que podem ser utilizadas para potencializar os ganhos no longo prazo.

A grande dúvida fica na hora de escolher a técnica que mais se adéqua ao seu perfil investidor. Saber como aproveitar as oportunidades durante o ano ao invés de esperar para aportar no final.

Por fim, na internet há disponíveis calculadores de rendimentos com aportes mensais. Então, estas ferramentas auxiliam o investidor na hora de decidir qual a melhor estratégia.

De quanto deve ser o valor do aporte

Digamos que você tenha R$ 1.000 para investir mensalmente. É importante que esse valor não seja menor que o dobro da menor parcela do ativo que você deseja investir.

Por exemplo: Você investe em um determinado fundo de investimentos cujo a cota mínima seja R$ 400. Portanto, você deve reservar um aporte de, no mínimo, R$ 800,00 mensais, ou seja, 2x o valor da cota.

Isso pode ser feito para mais de uma aplicação, caso sobre capital, após a efetuação do primeiro aporte.

Aportes mensais X taxa de corretagem

Aporte mensal estratégias

Suponha que você faça aporte mensal de R$ 200,00 em ações. Porém, sua corretora de valores lhe cobra R$ 10 por taxa de corretagem por operação executada.

Então sua taxa de corretagem mensal seria de 5% do capital investido ao mês, muito superior à média dos rendimentos que conhecemos.

Neste caso, não vale a pena praticar a tática do aporte mensal, visto que, ao longo do tempo, seu capital será parcialmente corroído pelas taxas. Em contrapartida, procurar por corretoras que praticam taxas menos agressivas é uma forma de fazer valer tal tática de investimento.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.