Hoje daremos início a Semana dos Dividendos. Se você ainda não se inscreveu, clique aqui e se inscreva.

Uma pergunta que recebo recorrentemente é aonde aplicar os dividendos recebidos.

Sempre que falo da construção de uma carteira previdenciária, eu falo da importância da reaplicação dos dividendos.

Eu costumo selecionar algum papel e mostrar como seria o desempenho do patrimônio de um investidor que tivesse reaplicado os dividendos e comparo com a evolução patrimonial do investidor que gastasse o dinheiro.

No exemplo abaixo podemos ver o desempenho das ações do Banco do Brasil, desde 1995.

Em azul podemos ver como seria a evolução de quem tivesse reaplicado os dividendos em mais ações do BB. Em vermelho, seria o desempenho de quem não tivesse reaplicado os dividendos.

Nesta janela de tempo, quem tivesse reaplicado teria construído um patrimônio quase quatro vezes maior.

Eu não tenho, no momento, recomendação para ações do Banco do Brasil. Este gráfico é apenas para tangibilizar o racional da importância da reaplicação dos dividendos.

E mesmo vendo este gráfico eu não quero incentivar que você reaplique os dividendos no ativo que te gerou renda. Eu só quero estressar o ponto: quem puder reaplicar os dividendos vai construir riqueza mais rapidamente.

Dito isso, eu estimulo que toda vez que você considerar investir os dividendos recebidos, que não invista necessariamente no papel que te pagou o dividendo. Eu estimulo que você reaplique os dividendos naquela que é a melhor oportunidade daquele momento, que pode ser ou não a empresa que originou os dividendos.

Por que fazer isso?

Pode ser que a ação que te pagou os dividendos esteja com um Valuation caro.

Pode ser que existam melhores oportunidades em outros papéis. O mercado é muito dinâmico, e oportunidades se abrem em diversos papéis, sobretudo em um mercado volátil como o brasileiro. É preciso estar aberto a investir em diversas empresas.

Diversificação

Uma outra vantagem que existe de aplicar os dividendos em outra oportunidade é que assim se cria uma carteira diversificada ao longo do tempo.

A maioria daqueles que nos seguem terão anos ou décadas de investimento pela frente. Se você investir de tempos em tempos na melhor oportunidade, ao longo do tempo construirá uma carteira geradora de renda com ativos inseridos nas mais diversas atividades econômicas, e seu fluxo de dividendos irá oscilar pouco com as crises setoriais.

Eu acredito que todo investidor deveria ter entre 15 e 20 papéis. Com este método de comprar a melhor oportunidade, ao longo dos anos, o investidor irá atingir facilmente este numero de ativos.

Se você se interessa por dividendos, eu te convido a ler o Guia Suno Dividendos, sucesso de vendas e críticas na Amazon.

Algumas empresas pagaram dividendos nos últimos dias. A maioria dos fundos imobiliários pagam dividendos nos próximos dias. Aonde eu aplicaria os dividendos?

A cada chacoalhada do mercado, como as que ocorreram na semana passada, as pessoas me perguntam o que comprar. Amanhã destacarei os papéis que mais me interessam após esta queda recente da bolsa.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.