análise de sensibilidade
Por: Tiago Reis

Análise de sensibilidade: entenda como funciona esse método de avaliação

Avaliar riscos e cenários é uma atividade fundamental dentro do planejamento de qualquer empresa. Nesse sentido, uma das ferramentas mais utilizadas para tal é a chamada análise de sensibilidade.

Muito útil dentro do processo de decisão empresarial, a análise de sensibilidade aplicada por empresas e investidores do mercado de capitais. principalmente para determinar a viabilidade de um projeto ou investimento.

O que é análise de sensibilidade?

Uma análise de sensibilidade é uma avaliação que procura estimar o resultado gerado por mudanças nos parâmetros ou nas atividades de um procedimento, desse modo, medindo o grau de sensibilidade do processo perante uma alteração.

Ou seja, na análise de sensibilidade, são testadas diversas variáveis diferentes para se entender o efeito que cada uma produz no final do processo.

Exemplo de análise de sensibilidade

Para exemplificar, suponha a seguinte situação:

Um empresário busca estimar qual o lucro que ele terá com a sua empresa em um determinado ano.

O seu lucro depende obviamente de inúmeras variáveis. Tais como a sua receita total, o seu custo total, o investimento em propaganda, as margens da empresa, o valor do imposto de renda entre outros fatores.

A análise busca então determinar quanto que o seu lucro irá se alterar conforme cada variável mudar.

Imagine, por exemplo, que este empresário tem como cenário base um lucro de R$ 1 milhão no ano. E ele levou em conta neste cenário que seu custo total seria de R$ 500 mil.

Mas o empresário precisa se preparar para outros cenários, tais como se o seu custo for maior do que o esperado. Ou ainda, ele pode querer saber qual seria o seu lucro se os custos fossem menores que os esperados.

É para isso, então, que serve a análise da sensibilidade das variáveis. Se o seu custo fosse de R$ 400 mil, por exemplo, o seu lucro seria de R$ 1,1 milhão.

Já se os custos fosse de R$ 600 mil o seu lucro seria de R$ 900 mil. Obviamente, isto leva em conta que as demais variáveis são constantes (ceteris paribus).

Obviamente que este é um exemplo simplificado. Na prática nas grandes empresas são elaboradas análises muito mais complexas. No entanto, este exemplo simplificado se faz necessário para a compreensão do conceito.

Análise de sensibilidade no valuation

análise de sensibilidade financeira

O valuation é a prática de estimar o valor de ativos financeiros.

Como em qualquer estimativa, é muito importante levar em conta a análise de sensibilidade financeira.

Afinal, é muito difícil prever o futuro com precisão. A análise de sensibilidade no valuation tem o papel justamente de fazer com que o investidor possa saber da precificação do ativo em diferentes cenários.

Imagine, por exemplo, que você está tentando estimar o valor justo de uma ação através do valuation.

Existem diversos fatores variáveis que afeta bastante o valuation, tais como:

  • Taxa de crescimento no período selecionado;
  • Taxa de crescimento na perpetuidade;
  • Margens de lucro esperadas.

Uma mudança em qualquer um desses fatores pode afetar drasticamente o resultado final.

Exemplo de aplicação da análise de sensibilidade no valuation

Suponha, por exemplo que você estimou uma margem Ebitda para a empresa de 7%.

Mas esta empresa tem o potencial de elevar esta margem a até 14%, ou seja, o dobro da margem inicialmente estimada.

É de se esperar, portanto, que isto tenha um efeito muito grande sobre a precificação do ativo.

Justamente por isto que as ferramentas de valuation utilizadas atualmente apresentam uma análise de sensibilidade financeira.

Veja no vídeo abaixo a sensibilidade do valuation da empresa M. Dias Branco realizado pela Suno Research.

No vídeo, você pode perceber com a sensibilidade do valuation é bastante alta. Principalmente em relação às margens da companhia.

Além disso, o crescimento na perpetuidade também é um fator que afeta consideravelmente a precificação da empresa. Veja que os outros fatores, por serem secundários, não impactam tanto o valuation mesmo com a sua oscilação sendo brusca.

É importante lembrar que, assim como em qualquer outra análise de sensibilidade, esta situação também é considerada ceteris paribus, ou seja, somente uma variável oscila e as demais permanecem constantes.

Assim como a análise de sensibilidade, também existem outras ferramentas que podem compor o cálculo de um valuation. Acesse gratuitamente o nosso minicurso sobre Valuation e Precificação de Ativos e aprenda tudo sobre os principais métodos para avaliar um ativo.

 

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

207 artigos
Ações

FIIs

58 artigos
FIIs
kisspng-warren-buffett-business-stock-nebraska-sales-warren-buffett-5b5ea4d6586671.9006389715329292383621

eBook Gratuito

Invista Como
Warren Buffett

Aprenda a usar a estratégia do Value Investing, usada pelo maior investidor do mundo!

Group 285

NÃO VÁ EMBORA AINDA..

O portal que vai te ajudar a começar
a investir.

Todos os conteúdos gratuitos 
da Suno em um só lugar!