Acesso Rápido

    Ações garantem o futuro: veja como investir focando no longo prazo

    Ações garantem o futuro: veja como investir focando no longo prazo

    Em um país com tantas famílias endividadas e com tantos adultos dependentes do governo para se aposentar, surge uma urgência de ensinar as pessoas a conseguirem uma outra alternativa para se aposentarem. Aqui, nasce a famosa corrente de que as “ações garantem o futuro”.

    Essa ideia vem do fato de que investir ações da bolsa pode permitir que literalmente qualquer pessoa obtenha uma renda passiva no futuro que garanta uma aposentadoria mais estável e confortável. Por isso, é fundamental que todos saibam como e por que as ações garantem o futuro.

    Por que as ações garantem o futuro?

    A ideia de que ações garantem o futuro vem do fato de que, ao pesquisar sobre investimentos e sobre as possibilidades de aplicações no mercado financeiro, muitos investidores se conscientizam de que investir com foco no longo prazo é a melhor estratégia para garantir uma boa aposentadoria.

    Isso acontece porque, historicamente, os investimentos em empresas por meio da bolsa de valores foi algo extremamente rentável ao longo do tempo. E não apenas nos últimos anos, mas nas últimas décadas e até séculos.

    Abaixo, é possível conferir o desempenho financeiro real (acima da inflação) das ações no mercado norte-americano desde 1925. Sendo as ações representadas em azul em comparação com outros ativos (ouro em amarelo, títulos públicos em vermelho e dólar em rosa).

    ações garantem o futuro

    Como pode ser observado, o investimento médio em ações nos Estados Unidos multiplicou 1 real por quase 1.000 vezes de 1926 a 2016. Isso significa que 10.000 dólares aplicados se transformam em quase $10.000.000 ao final desse período.

    Contudo, esse é um desempenho médio, considerando ações de empresas boas e ruins. Isso significa que os investidores que conseguiram selecionar e filtrar companhias melhores obtiveram retornos ainda mais expressivos, como foi o caso de Warren Buffett, um dos homens mais ricos do mundo.

    Para se ter uma ideia, $1 dólar investido por Buffett em 1950 teria se transformado em $142.476 mil dólares em 1993. Não é à toa que hoje seu patrimônio beira os 100 bilhões de dólares. Abaixo, é possível conferir o patrimônio do investidor americano ao longo dos seus anos investindo na bolsa:

    ações garantem o futuro

    Alguns investidores, ao repararem esses gráficos, podem pensar que os excelentes resultados das ações das empresas ao longo do tempo aconteceu apenas nos EUA. Contudo, ironicamente, a bolsa e as ações brasileiras desempenharam, na média, ainda melhor que as americanas.

    Isso é importante de ser contextualizado para que os investidores possam entender que aqueles que acreditaram na evolução do homem e das empresas ao longo do tempo, tanto no Brasil quanto nos EUA, acabaram tendo um excelente retorno financeiro com as ações.

    E não é difícil ter essa crença e ser otimista com o mercado de bolsa de valores. Afinal, a economia e as empresas estão sempre sujeitas ao:

    • Aumento da produção;
    • Crescimento da população;
    • Surgimento de inovações;
    • Aumento da produtividade.

    Quando todos esses fatores são combinados ao longo do tempo, as empresas (e suas ações) tendem a se beneficiar bastante, aumentando os lucros ano após ano com as mudanças e com a evolução dos mercados.

    E-book: Investindo para Aposentadoria

    Construa a sua aposentadoria! Aprenda como gerar renda passiva para garantir o seu futuro investindo nos melhores ativos do mercado.

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    O mais interessante, nesse caso, é que os investidores que acreditaram no futuro das empresas e que compram suas ações ao longo do tempo passam a ter o direito de aproveitar de parte dos lucros dessas companhias.

    É justamente nesse ponto que se conclui que as ações garantem o futuro. Isso porque as empresas distribuem o lucro aos seus acionistas por meio dos dividendos, que é a remuneração que possui o potencial de garantir uma renda passiva e o futuro de milhares de investidores.

    Investindo em dividendos para garantir o futuro

    Os dividendos distribuídos pelas empresas para aqueles que possuem suas ações é uma excelente forma de se planejar para aposentar por meio de investimentos na bolsa de valores.

    Afinal, esses proventos recebidos podem ser utilizados, no futuro, para arcar com as despesas e com o padrão de vida do investidor.

    Mas é preciso ser realista: isso não irá acontecer da noite para o dia. Para chegar nesse patamar, o investidor deve permanecer investindo por muitos anos até que consiga um patrimônio investido suficiente para lhe garantir uma renda passiva suficiente.

    E até que se alcance esse patamar, os dividendos recebidos ao longo do tempo devem ser reinvestidos em mais e mais ações. Com isso, o investidor passa a ter os juros compostos ao seu favor, uma das principais formas de acelerar o processo de independência financeira.

    Exemplo de como as ações garantem o futuro

    Para entender como as ações podem garantir o futuro,  considere um investidor de 20 anos que irá se aposentar pelo INSS apenas com 65 anos. Até lá, ele possui 45 anos de trabalho. Vamos supor, agora, que ao longo desse tempo ele invista em ações da seguinte forma:

    • Investimento inicial: R$2.000,00;
    • Investimento mensal: R$200,00;
    • Tempo de investimento: 45 anos.
    • Taxa de retorno mensal: 0,65% a.m;
    • Taxa de retorno anual: 8% a.a.

    Abaixo, o retorno obtido com essas premissas de investimento em ações no longo prazo:

    ações garantem o futuro

    Ao final dos 45 anos, o investidor terá acumulado, nessa situação, R$1.052.892,95, tendo aplicado apenas R$110.000,00 no período. Esse valor acumulado é suficiente para gerar uma renda passiva de mais de R$4.000,00 reais por mês, muito acima dos 200 reais investidos ao longo do tempo.

    Mas é claro que nem todos possuem 45 anos para investir ou gostariam de investir por tanto tempo. Vale lembrar, contudo, que utilizamos apenas duzentos reais de investimento mensal. Sendo que o investidor do exemplo poderia ir aumentando seus aportes ano após ano para encurtar o prazo até sua aposentadoria.

    De qualquer forma, esse investidor sem dúvida seria uma prova de como as ações garantem o futuro. Afinal, ele realizou aportes relativamente pequenos ao longo dos anos e, mesmo assim, foi capaz de construir um grande patrimônio para a sua aposentadoria.

    Como investir em ações para garantir o futuro?

    ações garantem o futuro

    Depois de responder por que as ações garantem o futuro, é preciso também explicar como realizar os investimentos nesses papéis para aproveitar do poder do juros compostos e do investimentos em empresas da bolsa.

    Para isso, o investidor já precisa, logicamente, possuir uma conta em uma corretora de valores. Afinal, será por meio dela que conseguirá comprar as ações de empresas. Mas qual ação comprar?

    Sem dúvida essa é a maior dificuldade para os investidores, principalmente para os iniciantes. De maneira geral, ações que possuem um bom histórico de pagamento de dividendos apresentaram retornos financeiros muito acima da média.

    Esse fato pode ser observado pelo gráfico abaixo. Ele mostra o retorno médio das ações que pagam dividendos (em laranja) em comparação com a média da bolsa brasileira, representada pelo Ibovespa (em azul).

    ações garantem o futuro

    Isso acontece porque, para uma empresa distribuir dividendos com recorrência, ela deve apresentar lucro. Afinal, os proventos são parte do lucro das companhias. E empresas que reportam esse resultado recorrentemente tendem a ser mais rentáveis que a média.

    E, para analisar o dividendo de uma empresa da bolsa, existem dois principais indicadores que podem ser observados:

    É claro que existem diversos outros aspectos para analisar em uma ação antes de comprá-la. Por exemplo, sua rentabilidade, endividamento, posição no mercado, etc. Contudo, observar os dividendos ao longo do tempo já é um excelente começo.

    Quer aprender como analisar uma ação? Baixe gratuitamente o e-book da Suno que ensina a avaliar esses papéis.

    E então, conseguiu entender como as ações garantem o futuro? Deixe abaixo suas dúvidas e comentários sobre esse assunto.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    17 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Sueli 18 de fevereiro de 2020

      Receber notificações

      Responder
    • Isaac de Souza 10 de março de 2020

      Bom dia Tiago!!

      Ótimo trabalho de ensino da população, investimento deveria ser matéria a ser ensinda nas escolas mas infelizmente o investidor é tratado no Brasil com um parasita, talvez pelos anos de ideologia socialista que vivemos no passado, quando na verdade o investidor é o combustivel que gira a roda.
      Espero anos diferentes daqui para frente.
      Sucesso a todos !!!

      Responder
      • JOSÉ ANTÔNIO DA PENHA GARCIA 8 de setembro de 2020

        Parabéns, Tiago!!!
        Um artigo, simples, objetivo e esclarecedor!!
        Muito bom, vale a pena ler e reler, várias vezes!

        Responder
    • Rodrigo Rosas Lopes 11 de março de 2020

      A taxa de retorno anual ( 8% ) é só a valorização da ação.
      Se for levar em conta o reinvestimento dos dividendos o retorno é muito maior.
      Tiago, faz um gráfico com duas linhas. Uma levando em consideração a valorização só da cotação da ação ( 8% ao ano ) e outra reinvestindo os proventos ( estimando um yeld de 6% ao ano ).

      Responder
    • José Victor 7 de abril de 2020

      Uma ação equivale a qual porcentagem de uma empresa?

      Responder
      • Suno Research 8 de abril de 2020

        Depende de quantas ações a empresa tem, o valor da empresa…

        Responder
    • Marcos Antonio de Oliveira 6 de maio de 2020

      Show de artigo.

      Responder
    • Roseli Francisco 8 de julho de 2020

      Claro e objetivo.

      Responder
    • Fabiano 10 de julho de 2020

      Parabéns. ÓTIMO trabalho..

      Responder
    • Danilo 12 de julho de 2020

      Muito bacana o conteúdo!

      Importante expor que o investimento deve ser levado para longo prazo e não acreditar em day tarde com alavancagem diária…

      Responder
      • HENRIQUE 7 de setembro de 2020

        Como sempre sendo expert, sempre acompanho seu canal e seus relatórios…quando eu estiver recebendo alguns dividendos vou assinar a SUNO.

        Responder
    • FELISBERTO 12 de agosto de 2020

      Maravilhoso….sempre aprendendo

      Responder
    • Carlos 19 de agosto de 2020

      Olá Tiago, acabo de conhecer o seu trabalho. Ótima didática, parabéns!
      Que tal você dedicar um artigo aos que já passaram dos quarenta, mas que ainda buscam um caminho para os seus investimentos?
      Deve haver muitos como eu por aí, há anos flertando com o mercado na superfície, sem tempo para se aprofundar e precisando de uma orientação confiável para ir adiante.
      Pedido registrado. Obrigado pela atenção.
      Um abraço.

      Responder
    • JOSÉ ANTÔNIO DA PENHA GARCIA 8 de setembro de 2020

      Parabéns, Tiago!!!
      Um artigo, simples, objetivo e esclarecedor!!
      Muito bom, vale a pena ler e reler, várias vezes!

      Responder
      • Suno Research 9 de setembro de 2020

        Olá, José Antônio! Tudo bem?
        Muito obrigado! Ficamos felizes em ajudar.
        Atenciosamente, Equipe Suno.

        Responder
    • Renato Bastos 25 de outubro de 2020

      Bom dia , como eu descubro quanto uma ação paga de dividendos ou proventos por mês?

      Responder
      • Suno Research 26 de outubro de 2020

        Olá, Renato! Tudo certo?
        Isso depende de cada ação. Sugerimos que procure pelo indicador DY (Dividend Yield) na plataforma Suno Analítica quando for pesquisar pelos dividendos distribuídos.
        Atenciosamente, Equipe Suno.

        Responder