Acesso Rápido

    Accountability e a moral empresarial no Brasil

    Accountability e a moral empresarial no Brasil

    Apesar de ser um termo em inglês, accountability se aplica de forma bastante clara à realidade brasileira.

    Inclusive, a prática de accountability é um diferencial que pode interessar a quem deseja aplicar seu dinheiro em ações, por exemplo.

    Accountability não tem tradução direta para o português, mas significa prestação de contas. Este pode ser encarado como um princípio de transparência e por isso é algo importante para ser levado em conta na hora de investir.

    Nem sempre esta teoria é posta em prática, é verdade. Mas o conceito continua em voga – e em lei.

    Accountability no setor privado

    Accountability

    Apesar de a transparência ser uma obrigação mais sinalizada no ambiente público, ela também é importante a organizações privadas.

    Por meio da transparência em suas informações, o empreendimento conquista a confiança de seus investidores.

    Além disso, com a contabilidade clara e bem feira, é mais fácil atrair novas pessoas a aplicarem no negócio.

    Afinal, quem gostaria de investir seu dinheiro em uma empresa com contas nebulosas?

    Porém, mais do que uma forma de angariar novos parceiros, investir em accountability é uma forma de mostrar respeito a quem já é um apoiador.

    Por isso, o conceito de accountability é carregado de um princípio moral que remete à honestidade.

    Demanda postura e intenção dos seus praticantes e não abrange apenas a oposição à corrupção.

    Trata-se de uma vontade de agir corretamente, ser nobre sem, necessariamente, receber louros por isso.

    Accountability começa no seio familiar, ainda na infância, e deve ser estimulado ao longo da vida.

    Isso não quer dizer que um adulto não possa absorver novos valores na vida adulta. Entretanto, este processo é bem mais complexo.

    Accountability e compliance

    Accountability

    Nas organizações privadas, accountability e compliance andam juntos.

    Enquanto accountability é a filosofia, o compliance é a ferramenta utilizada para tornar este objetivo possível.

    Por meio dele, o empreendimento desenvolve uma série de mecanismos de controle e prevenção à corrupção.

    As regras precisam ser claras. Para isso, toda a empresa – e até mesmo seus parceiros comerciais – deve estar engajada neste objetivo.

    Algo semelhante ao que ocorre com a área de qualidade da organização.

    Um dos mecanismos desenvolvidos em um programa de compliance, inclusive, é um canal de denúncias.

    Nele, os funcionários podem, de forma anônima, denunciar a ocorrência de irregularidades.

    Mas, um dos principais motivos de ambos caminharem juntos está no fato de que o compliance só funcionará se fizer parte dos princípios do negócio.

    Compliance efetivo é aquele seguido e defendido pela alta cúpula do negócio.

    Afinal, se no problema começar de cima, dificilmente será solucionado na base da pirâmide de comando.

    É preciso ainda que haja punição para quem quebrar as regras.

    Porém, por este ser um princípio moral, é preciso ser incutido nas pessoas.

    É importante salientar que accountability não é um princípio exclusivamente empresarial. Mas deve ser aplicado em todas as áreas da vida do indivíduo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *