Reflexões

99,7% é o percentual de pessoas que não tem CPF’s registrados na bolsa

By 6 de novembro de 2017 No Comments
99,7%

99,7%

Este é o percentual de pessoas que não tem CPF’s registrados na bolsa.

Em países desenvolvidos cerca de 50% das pessoas investem em ações diretamente. Se considerar os recursos dos fundos de pensão este percentual é ainda maior.

Nosso sonho, na Suno Research, é que o percentual no Brasil seja semelhante ao americano no futuro.

O que empurra a humanidade para frente é a inovação. E a inovação é fruto dos esforços do empreendedor e do capital para realizar o projeto.

A maior parte das inovações dos últimos 200 anos passaram pelo mercado de capitais.

Andrew Carnegie usou o mercado de capitais para financiar e dar início a primeira siderúrgica da história. E permitiu que o homem saísse da Idade da Pedra para a Idade do Aço, com arranha-céus, pontes e metrôs.

A mesma coisa aconteceu com diversas outras inovações.

A produção em massa de carros de Henry Ford, a organização da internet pelo Google e até o Mc Donald’s.

É praticamente impossível ter inovação e progresso sem um mercado de capitais pujante.

E por que os Estados Unidos são a capital da inovação?

Pois lá existe um mercado de capitais sólido e pujante, com uma legião de milhões de investidores individuais dispostos a investir em projetos empresariais promissores.

Alguém pode dizer “Tiago, o Facebook foi criado com dinheiro de Venture Capital”.

E isso é verdade.

Mas o Venture Capital não é a Madre Tereza de Calcutá. Ele que lucrar vendendo a sua participação e só entrou pois sabe que pode ter saída de seu investimento no mercado de capitais.

Um dos motivos que o Brasil produz pouca inovação é porque não temos um Mercado de Capitais igual ao americano.

A missão da Suno é contribuir com essa mudança de mentalidade. E contribuir com a criação de iniciativas inovadoras no Brasil também.

Leia outras reflexões no melhor grupo de investidores no Facebook

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.