Por: Tiago Reis

4 ações com balanços fortes e que pagam dividendos altos

Décio Bazin sugere em sua excelente obra, o livro “Faça Fortuna com Ações”, que o investidor deve respeitar duas regras claras: adquirir ações de empresas que paguem dividendos superiores a 6% ao ano e que possuam um balanço sólido.

Ele não chega e especificar o que seria um balanço sólido. Para mim, são empresas que possuem dívida líquida de no máximo 3x o seu EBITDA (que seria uma proxy para a geração de caixa) e não possuam um endividamento líquido superior a 100% do seu patrimônio líquido.

Esses termos podem ser um pouco avançados. Pensando nisso eu escrevi um livro sobre como analisar um balanço de uma empresa: Guia Suno de Contabilidade para Investidores.

Eu fiz o backtest desta estratégia um tempo atrás, e os resultados foram excelentes.

Diversas empresas passariam nos critérios do Bazin. Algumas delas merecem destaque:

Taesa

Esta é uma das mais importantes empresas do segmento de transmissão de energia, que é um segmento que possui como característica a elevada previsibilidade de geração de caixa.

A Taesa possui um balanço sólido, com dívida líquida inferior ao patrimônio liquido. A dívida que a empresa possui é majoritariamente de longo prazo e com condições de juros bastante baixos. Portanto, a empresa possui um balanço saudável.

Além disso, a empresa pagou mais de 9% de Dividend Yield nos últimos doze meses. Acreditamos que a empresa tenha tudo para continuar pagando superior aos 6% exigidos pelo “método Bazin”.

Itaúsa

A Itaúsa é a holding que controla o banco Itaú Unibanco. Possui também posições de controle na Alpargatas e Duratex.

O jeito de mensurar alavancagem de bancos é analisar o Índice Basiléia. E o Itaú possui um dos indicadores mais saudáveis do mundo entre os grandes bancos.

A Itaúsa pagou mais de 8% de Dividend Yield no ano e acreditamos que a empresa possui condições de continuar pagando dividendos elevados no futuro.

Grazziotin

Empresa do segmento de varejo que opera com excelência na região do interior do Rio Grande do Sul.

A empresa possui mais caixa do que endividamento, o que a caracteriza como uma empresa de balanço forte.

Nos últimos doze meses a empresa pagou mais de 6% de Dividend Yield. Acreditamos que a empresa possa manter este patamar nos próximos anos.

Multiplus

É a empresa de gestão do plano de fidelidades da Latam.

A empresa, assim como a Grazziotin, possui mais caixa do que endividamento em seu balanço. Poucas empresas na bolsa possuem essa característica.

Além disso, a Multiplus pagou aos seus acionistas um Dividend Yield superior a 10% nos últimos doze meses. Acreditamos que a empresa tem tudo para manter essa distribuição em um patamar elevado nos próximos anos.

A estratégia de investimentos do Bazin é descrita, juntamente com outros conceitos sobre a estratégia focada em dividendos, no meu livro Guia Suno Dividendos.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

181 artigos
Ações

FIIs

48 artigos
FIIs

eBook Gratuito

Manual do Investidor

Tudo o que você precisa para dar os primeiros passos na Bolsa de Valores