Por: Tiago Reis

02 Fundos Imobiliários com Alta Vacância e Renda Zero

Cada vez mais, temos dedicado esforços na direção dos ativos com portfólio em Lajes Corporativas, visto que é o setor mais importante na indústria de Fundos Imobiliários.

No entanto, temos a visão de que esta categoria vem perdendo espaço a cada mês. É muito mais do que uma crise imobiliária ou financeira. É uma crise existencial.

Diante disso, fizemos um Relatório Semanal recente onde tivemos a oportunidade de mostrar que ativos “Triple A” localizados em uma das melhores regiões de São Paulo e propriedades com categoria “B” precificam cenários altamente otimistas para os próximos meses em suas cotações.

A precificação antecipada gera riscos adicionais importantes a serem monitorados.

Neste artigo especial, vamos tratar de dois FIIs de Escritórios (Corporativos) que estão com alta vacância e renda zero. Propositalmente, pegamos também propriedades diametralmente opostas, em termos de “classificação”.

São eles: BBVJ11 e XTED11

Isso nos serve para balizar, cada vez mais, que investir em FIIs, especialmente neste setor, está se tornando um tabuleiro de xadrez. Não é mais um investimento óbvio e trivial como um jogo de damas.

É importante ser cirúrgico nos movimentos e bastante cauteloso. Qualquer erro pode te custar muito caro mais à frente.

Nosso dever não é “alarmar”, e sim “alertar”!

Procuramos sempre passar a todos que nos acompanham uma visão madura, imparcial e isenta dos fatos, até porque é como achamos que todo mercado deve se desenvolver.

Mais uma vez, reforçamos que em ambos os FIIs, a vacância é alta (maior que 50%) e Renda “Zero”, sem nenhuma perspectiva de melhora no curto prazo, até porque qualquer nova locação deverá ser seguida por longas carências.

Vejamos algumas informações relevantes sobre estes FIIs:

BBVJ11 – BB Votorantim Cidade Jardim Continental Tower

O fundo iniciou suas operações entre 2010/11 com um formato de RMG (Renda Mínima Garantida) especial, com o fluxo de um andar sendo regressivamente reduzido, mês a mês, após a entrega.

Vale reforçar que este ativo é um clássico Triple A, com altíssimo padrão construtivo, localizado na Marginal Pinheiros, em SP, ligado a um dos Shoppings Centers mais luxuosos do Brasil.

O retorno acumulado do fundo foi de apenas 1,4% do CDI (base 100).

Um ponto importante de se observar é que, mesmo que tenhamos boas notícias em breve, a recuperação para quem entrou na Oferta Inicial (IPO) ainda terá um longo caminho pela frente, conforme mostrado no gráfico abaixo.

Fonte: Economatica – Suno Research

BBVJ11 é negociado hoje a R$ 7,1 mil/m², em linha com seu Valor Patrimonial (VP). O ápice do VP foi entre 2014/15, quando tivemos a avaliação pouco acima de R$ 114/cota, equivalente a R$ 13,7 mil/m².

A vacância atual é de 60% e a renda está zerada desde o início de 2018.

Considerando plena ocupação aos valores de mercado, a renda tenderia a se estabilizar por volta de R$ 0,45/cota. Aos preços atuais, teríamos um DY próximo de 0,75% a.m.

Como estratégia de compra de vacância, pode ser atrativo. A questão aqui envolve uma esfera maior, em termos de possibilidades concretas e exequíveis. Não há sinais de que movimentos desta envergadura possam ocorrer em breve.

Nesse sentido, é mais prudente considerar uma ocupação entre 70% e 80%. Neste caso o DY já ficaria mais em linha com a média de mercado: cerca de 0,50% ao mês.

XTED11 – TRX Edifícios Corporativos

O fundo iniciou suas operações entre 2011/12 (sem RMG). Mas, logo de início, os problemas foram evidenciados face à não concretização do negócio junto à Itambé, a qual passava por um processo de fusão com a Vigor.

Naquele momento, uma AGE foi convocada e, mesmo o Gestor apresentando novas oportunidades de imóveis, os cotistas aprovaram pela “amortização” do excesso de capital em caixa.

Esta mensagem foi muito negativa, pois não manchou a relação de confiança entre Gestor e Cotistas.

O portfólio fica, então, com duas propriedades, sendo uma delas em Macaé/RJ, locada para a Petrobras, e a outra em SP, locada para a Peugeot. Ambas as propriedades sempre tiveram localizações questionáveis, não óbvias.

Mas tudo isso foi bastante ofuscado, no passado, pelos contratos e crescimento do país, quando as negociações se tornavam muito mais fáceis.

Contudo, a “conta” veio chegando de forma lenta e gradativa.

As notícias de desocupações foram surgindo, fazendo com que chegássemos a incríveis 98% de vacância. A renda foi zerada em jun/2016 e uma nova emissão de cotas se fez necessária para custear as áreas vagas.

O fundo negocia hoje a R$ 2,7 mil/m², sendo que o VP indica R$ 3,8 mil/m², portanto, um desconto na ordem de 30%.

É visível que a paciência tenha se esgotado para vários investidores e, mesmo que tenhamos uma distribuição entre R$ 0,30 e R$ 0,35/cota em um cenário 100% locado dos imóveis, a cotação segue bastante castigada. Veja que o DY poderia superar 1,6% a.m.

Por fim, destacamos que o retorno acumulado do fundo foi “negativo” 78% em relação ao CDI (base 100).

Fonte: Economatica – Suno Research

CONCLUSÃO

Não temos a premissa de indicar (ou não) os FIIs abordados neste artigo.

O nosso foco é no sentido de reforçar a importância de ser diligente em seus investimentos, até como forma de preservação de valor para a carteira.

FII é Renda Variável e deve ser tratado como tal. Comprar e esquecer não nos parece ser uma estratégia muito sensata.

Todo investimento exige acompanhamento, estudo e observação.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

1 comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • anonimo 29 de julho de 2019

    Não entendi o ponto ou conclusão das breves análises.

    Responder
Leia Mais...
Outras Seções

Ações

202 artigos
Ações

FIIs

52 artigos
FIIs

eBook GratuitO

Investindo em

Fundos
Imobiliários

Descubra como receber dividendos mensais dos melhores imóveis do Brasil

eBook Gratuito

Manual do Investidor

Tudo o que você precisa para dar os primeiros passos na Bolsa de Valores

eBook Gratuito

Tudo Sobre Fundos de investimento

Tudo o que você precisa saber para começar a investir por meio dos Fundos De Investimento no Brasil!

eBook Gratuito

Invista Como
Warren Bufeett

Aprenda a usar a estratégia do Value Investing, usada pelo maior investidor do mundo!

eBook Gratuito

Como analisar uma ação

Conheça o Passo A Passo para você analisar quais as melhores ações para investir!

%d blogueiros gostam disto: